• Imersão de pratos contemporâneos do Velho Mundo
  • Imersão de pratos contemporâneos do Velho Mundo
  • Imersão de pratos contemporâneos do Velho Mundo
  • Imersão de pratos contemporâneos do Velho Mundo
  • Imersão de pratos contemporâneos do Velho Mundo

Imersão de pratos contemporâneos do Velho Mundo

As temperaturas mais baixas dos últimos dias aguçam o paladar e o desejo por comidas mais elaboradas. Quem é que não adora uma deliciosa massa acompanhada de um bom vinho? O Giardino Ristorante tem opções perfeitas para esse clima, mas também prepara novidades para os dias mais quentes do ano, afinal, ainda estamos no verão.

O Giardino, da família Ganzerli é de origem italiana. A família veio da Capital paulista e, apaixonados pela gastronomia do país das massas, mudaram-se para Piracicaba e, em 1990, abriram o primeiro restaurante do grupo: o Casaretto Pasta e Vinho, com uma proposta mais rústica de cantina. Após o sucesso do primeiro empreendimento, o próximo passo foi aumentar as possibilidades gastronômicas locais e o Giardino foi fundado. “A culinária do Giardino é pautada em uma proposta mais sofisticada, com pratos contemporâneos e influências de outros países europeus, como a França”, conta o gerente do local, Jorge de Souza.

A decoração do lugar, que lembra uma estufa de algum lugar do Velho Mundo (a Holanda, quem sabe?), transforma a experiência em algo ainda mais imersivo, e entre as propostas do restaurante, criadas especialmente para esta estação, está uma bruschetta tradicional, mas refrescante e temperada na medida. A entrada é uma perfeita combinação entre o azeite e o manjericão, que preenchem o paladar, junto a um tomate fresquíssimo e ao pão italiano, produzido na padaria França, também pertencente à família.

Após isso, uma boa pedida para o prato inicial é uma massa leve e saborosa: o fagutine de espinafre, que traz uma nova roupagem à tradicional receita italiana. “É uma massa artesanal feita à base de espinafre, recheada com damascos e mussarela de búfala”, explica Souza. “O molho é cremoso, feito de alho-poró. É uma massa leve e deliciosa”. Para combinar, o gerente sugere um vinho Zuccardi Malbec, de sabor potente e marcante.

Por falar em vinhos, a carta do Giardino é um tema à parte. Com mais de 90 tipos da bebida, o local conta com vinhos de diversos países como Uruguai, Portugal, Itália e Argentina, escolhidos a dedo para os paladares mais aguçados.

Caso o desejo do dia não seja por massas, o restaurante também oferece uma variada gama de carnes vermelhas e peixes. O cardápio de verão oferece opções como o Galeto Grelhado, frango que acompanha cenouras e enrolados de berinjelas com presunto de parma, regado a uma consistente redução de aceto balsâmico. O resultado é uma carne macia e assada à perfeição, com sabor complexo e legumes ao ponto. Experimente acompanhado de um Pinot Noir.

Para quem deseja um pouquinho de cada, outra escolha pode ser o peixe haddock, animal marinho típico do Oceano Atlântico, que acompanha massa. “O peixe é fresco e muito saboroso, coberto com um pesto de manjericão. Ele é grelhado, portanto é um prato leve, que também acompanha talharim artesanal. É uma ótima opção para o verão!”, garante o gerente.

Não se esqueça de finalizar tudo com uma boa sobremesa. Pode ser um tradicional tiramisu, ou a panna cotta, típica da região italiana do Piemonte. A releitura do Giardino é feita com mascarpone e gelatina, além de coberta com calda de maracujá. Simplesmente deliciosa!

Mariana Requena

Crédito das Fotos: Amanda Vieira/JP