Índice de Confiança do Comércio cresce 3,8 pontos

Índice de Confiança do Comércio cresce 3,8 pontos
Fonte: Agência Brasil

O Índice de Confiança do Comércio, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), avançou 3,8 pontos de setembro para outubro. Com a alta, o indicador chegou a 92,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.
 
A alta da confiança atingiu empresários de 11 dos 13 segmentos do comércio e foi influenciada tanto pela melhora da percepção em relação à situação atual quanto das expectativas em relação aos próximos meses.

O movimento na Rua 25 de Março, maior centro de comércio popular de São Paulo

Índice de Confiança do Comércio subiu 3,8 pontos. Alta atinge empresários de 11 dos 13 segmentos pesquisados   (Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Índice da Situação Atual, que analisa a confiança do empresariado, subiu 2,5 pontos e atingiu 88,2 pontos.

Já o Índice de Expectativas, que mede a opinião em relação aos próximos meses, teve alta 4,9 pontos e somou 97,1 pontos.
 
A alta da confiança fez com que o indicador retornasse ao nível anterior ao da greve dos caminhoneiros, o que, segundo a FGV, sugere que o pior momento do setor começa a ficar para trás.

Índice de Confiança do Comércio cresce 3,8 pontos