Infestação de escorpiões preocupa no IAA

Imagens: Amanda Vieira

Moradores da rua Sérgio Murillo Moreira Rosa, no bairro IAA, reclamam de infestação de escorpiões. Segundo eles, em menos de dois meses foram encontrados seis escorpiões no interior, nos quintais e nas calçadas das residências. Até o momento, segundo os relatos, não foram registrados acidentes com os peçonhentos e a população pede uma medida efetiva da prefeitura. Ontem, a dona de casa Maria Antônia Paes Vieira contou que encontrou um escorpião da espécie amarela no quintal de sua casa. Ela disse que está preocupada porque cuida do neto de quatro e de um idoso de 78 anos. Ela disse que ligou no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) e recebeu orientações para evitar a presença dos animais na casa e registrar a informação no SIP (Serviço de Informação à População) 156.
A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde informou que os moradores que encontrarem escorpiões devem fazer uma reclamação via 156 para que o setor responsável possa tomar as medidas cabíveis, que normalmente são orientações. Já o trabalho do CCZ, segundo o órgão, se restringe ao monitoramento de baratas em bueiros da zona urbana, e o controle é feito regularmente ao longo do ano.

ORIENTAÇÕES – A bióloga do CCZ e especialista em animais peçonhentos, Regina Lex, explicou que na área urbana os escorpiões vivem nas galerias de esgoto e, acidentalmente ou por algum motivo, acabam invadindo as casas por meio dos ralos, procurando locais escuros para se abrigar, como dentro de sapatos, roupas e toalhas, podendo provocar acidentes.
Segundo ela, em áreas naturais, os escorpiões podem também se abrigar em terrenos com mato alto, margem de rio e locais com entulhos. “Os escorpiões se alimentam de baratas e onde houver alimento farto para eles, há maior probabilidade de sua presença”, diz a bióloga.

 

(Beto Silva)