Insetos e sua importância na 3ª edição da Feira de Entomologia

Foto: Claudinho Coradini/JP

Para demostrar a importância dos insetos, acontece hoje (27), das 9h às 16h, no Departamento de Entomologia, a 3ª edição da feira Insetos na Esalq. A atividade trará práticas que ilustram
o papel dos insetos como polinizadores de plantas, pragas da agricultura e urbana, reguladores de população de pragas, cicladores de nutrientes do solo, transmissores de doenças ao ser humano e seu uso na alimentação humana e animal, bem como curiosidades gerais acerca destes organismos nas artes e/ou cultura geral. “Além disso, abrimos as portas da universidade para que a comunidade conheça suas atividades de ensino, pesquisas e extensão”, comenta o coordenador do evento, Pedro Takao Yamamoto, professor do departamento de Entomologia e Acarologia da Esalq.

INSETOS COMESTÍVEIS
Workshop prático ministrado pelo Chef e Prof. Rossano Linassi, irá expor dados e curiosidades sobre o uso de insetos na alimentação humana, quais países e culturas têm este hábito, quais insetos são comestíveis e o por que a FAO/ ONU recomenda os insetos na alimentação humana. Simultaneamente o Chef vai preparar e ensinar receitas à base de insetos. Durante todo o evento haverá degustação de pratos elaborados com insetos.

BORBOLETÁRIO
Nessa visita o público conhecerá um pouco sobre a vida das borboletas, ciclo de vida (ovo-larva-pupa) hábitos alimentares e a importância das borboletas no ecossistema diferenças entre borboletas e mariposas. Tudo isso observando, tocando e sentindo os insetos em um borboletário.

FORMIGUEIRO
Por meio de um formigueiro transparente (localizado no Departamento de Entomologia e Acarologia da Esalq) visitante poderá ver as formigas trabalhando dentro da sua “própria casa” e observar as diferentes funções efetuadas por cada grupo, produção de alimento, cuidados com os ovos, segurança e limpeza.

MELIPONÁRIO
No meliponário o visitante vai conhecer as abelhas 100% brasileiras que não possuem ferrão e tem um comportamento mais dócil em relação às abelhas introduzidas da África. Durante a feira os participantes terão oportunidade de degustar diferentes tipos de mel.

Ao todo são seis estações de visitam que incluem ainda os aracnídeos, controle biológico, curiosidades, artes, insetos e horta, espaço kids.

 

Da Redação