Israel lamenta morte de McCain, um "verdadeiro amigo" do país

Israel lamenta morte de McCain, um "verdadeiro amigo" do país
Fonte: Agência Brasil

Israel lamentou neste domingo (26) a morte do senador republicano John McCain, que foi lembrado como “um verdadeiro amigo de Israel, cujo apoio ao país nunca fraquejou”, disse o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, após saber da notícia.

“Seu apoio a Israel nunca fraquejou e surgiu da sua crença na democracia e na liberdade. O Estado de Israel cumprimenta John McCain”, escreveu o chefe de Governo na sua conta do Twitter, ao mostrar “profundo pesar pela morte de um grande patriota americano e amigo”.

O presidente do país, Reuven Rivlin, expressou suas condolências à família e aos americanos e disse adeus a “um grande líder, defensor do seu povo, um homem com fortes valores e grande amigo de Israel”.

O senador republicano pelo Arizona durante mais de três décadas e ex-candidato presidencial, que perdeu as eleições em 2008 para Barack Obama, foi um firme defensor de Israel, o qual respaldou durante sua carreira política, como lembrou a ministra de Justiça, Ayelet Shaked.

O Ministro de Defesa, Avigdor Lieberman, destacou também que McCain “estava entre os mais incondicionais partidários de Israel” e afirmou que em um dos seus últimos encontros em Washington, o “herói americano” o mostrou uma foto da sua captura como prisioneiro de guerra no Vietnã e lhe disse: “Apesar do terrível sofrimento, nunca duvidei do meu compromisso com os valores de liberdade e justiça”.

A líder da oposição israelense, Tzipi Livni, destacou o seu compromisso com os valores, o qualificou de homem “honorável e valente” e agradeceu pelo seu apoio ao país.

Israel lamenta morte de McCain, um "verdadeiro amigo" do país