Jair Bolsonaro é ferido com faca durante campanha em Juiz de Fora

 

Imagens do momento em que Jair Bolsonaro é puxado no meio de uma multidão já circulam na internet, mas não são conclusivas. (Foto: Divulgação)

 

O candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, foi agredido durante um ato de campanha, em Juiz de Fora (MG), nesta tarde (6). A assessoria da Polícia Militar de Minas Gerais confirmou que o candidato foi retirado do local por populares e levado para atendimento em Hospital Santa Casa em Juiz de Fora e que uma pessoa foi detida.

Em sua conta no Twitter, o filho de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, escreveu há pouco que seu pai foi esfaqueado, mas não corre risco de morte. “Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora em Juiz de Fora, uma estocada com faca na região do abdômen. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele passa bem”.

Imagens do momento em que Jair Bolsonaro é puxado no meio de uma multidão já circulam na internet, mas não são conclusivas.

Fonte: Agência Brasil

 

Repercussão do caso: 

 

“Condeno a violência praticada contra o candidato Jair Bolsonaro, um atentado contra a democracia, um sistema político baseado no debate de ideias pelas palavras e pelo voto, jamais pelas armas ou pela intolerância”.

Márcio França 

Governador do Estado de São Paulo

 

“É lamentável e inaceitável o que aconteceu há pouco com o candidato Jair Bolsonaro. Independentemente de divergências políticas, não é possível aceitar nenhum ato de violência.

O Brasil lutou muito para voltar à democracia e a ter eleições limpas e livres. A violência não pode colocar essas conquistas em risco. Que o agressor sofra as devidas punições. Meus votos de melhoras para o candidato.

Nota de João Amoêdo  (NOVO)  à imprensa

 

O atentado contra Jair Bolsonaro é um ataque contra todos os brasileiros que acreditam na democracia, no direito de expressão e em eleições livres. Opiniões divergentes jamais podem ser justificativa para atos de violência. O Brasil inteiro perde com isso. Me solidarizo com o candidato e com sua família. Das autoridades competentes espero apuração rápida e punição exemplar ao culpado. Agora, todo brasileiro responsável tem a obrigação de evitar que esse crime seja usado como justificativa para outras violências.

Paulo Skaf Candidato do MDB ao governo do Estado de São Paulo