JBS vende Five Rivers por US$ 200 mi

A JBS conseguiu fechar acordo para se desfazer do último ativo em sua lista de negócios à venda: a operação de confinamento da Five Rivers Cattle Feeding nos Estados Unidos.
Segundo informou na quarta-feira, 17, em comunicado ao mercado, a Pinnacle Asset Management concordou em pagar cerca de US$ 200 milhões pela operação (ou R$ 640 milhões pelo câmbio atual). A empresa vinha tentando há meses vender o negócio.

O programa de venda de ativos foi anunciado pela JBS em junho do ano passado como reação à crise desencadeada pela delação dos irmãos Batistas, que havia se tornado pública um mês antes. À época, a empresa informou que queria levantar R$ 6 bilhões com as vendas para ajudar a reduzir sua dívida.

Desde então, a JBS vendeu a operação de confinamento da Five Rivers no Canadá (por US$ 40 milhões), a Moy Park (£ 1 bilhão), uma fatia de 19% na Vigor (R$ 1,1 bilhão) e quase toda a operação da JBS Mercosul (US$ 300 milhões).

De acordo com a empresa, como resultado das vendas e da boa geração de caixa no período, o índice de alavancagem da JBS (Dívida Líquida/Ebitda) no terceiro trimestre de 2017 ficou em 3,4, frente ao patamar de 4,16x verificado no segundo trimestre de 2017.

Operação caseira

O dinheiro levantado com os desinvestimentos, no entanto, não vai integralmente para o caixa da empresa. Fechada em setembro do ano passado, a venda da Moy Park, por exemplo, maior operação feita pelo grupo, foi realizada por meio de um negócio “caseiro”. A americana Pilgrims Pride, que é controlada pela JBS, assumiu a empresa por £ 1 bilhão, mas esse valor incluía também a assunção das dívidas da companhia irlandesa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.