Lar Betel inicia comemorações pelos 65 anos

Em novembro, o Lar Betel completa 65 anos de fundação e, a partir de hoje, inicia atividades comemorativas ao aniversário. Em parceria com alunos do Colégio CLQ, serão apresentadas as campanhas publicitárias produzidas para divulgar a instituição como forma de aumentar as doações à entidade. As peças lançadas hoje são da campanha “Abrace um Velhinho” – com logomarca e jingle para rádio – e do vídeo institucional, que já está circulando nas redes sociais. 
 
As novidades foram apresentadas em visita à redação do JP. De acordo com o presidente do Lar Betel, Luiz Adalberto dos Santos, as principais ações são a entrega da ampliação do bazar da entidade bem como da nova lavanderia. “O bazar precisava desta ampliação, pois é responsável por boa parte da renda mensal do Lar que hoje atende 88 idosos. A lavanderia era uma necessidade antiga e foi elaborada para atender totalmente a demanda interna, seguindo todas as normas sanitárias existentes”, afirmou Santos. Estas inaugurações acontecerão na segunda quinzena de junho, disse.
 
A assistente social da entidade, Celise Calixto, disse que ao longo do ano serão lançadas duas novas campanhas: para ampliar as vendas do bazar e para apresentação do selo “Amigo do Idoso”. “O bazar representa 25% da receita total da entidade e, com sua ampliação, esperamos que a movimentação de produtos e vendas cresçam até 20%, principalmente pelo fato dele ter bons produtos para oferecer e atender a uma demanda de pessoas mais necessitadas, que precisam de objetos como roupas, calçados, móveis e eletrodomésticos. Já o selo tem a finalidade de agradecer as empresas que colaboram com a manutenção do trabalho do Lar Betel”, disse Celise.
 
O presidente informou que nos próximos dias será lançada a campanha Abrace um Velhinho. “É uma campanha voltada a ampliar as doações por meio de telefonemas, onde a pessoa liga para nós no 3418-2020 e recebe as informações necessárias para contribuir com nosso trabalho diário com a quantia que ele puder”, afirmou Santos.
 
As demais atividades acontecem ao longo do ano e são reservadas aos acolhidos pela entidade. “Temos diversas festas como a Junina e a da Família para arrecadar fundos, porém, vamos ter programações e passeios que os idosos escolherão. Além disso, teremos a tradicional caminhada entre gerações, que já é um marco importante da nossa entidade junto a comunidade piracicabana”, disse Celise.