Lar Betel realiza sua tradicional festa junina para idosos

Festa é tradicional, acontece todos os anos no dia 28 de junho, com comidas típicas e muita dança. (foto: Amanda Vieira/JP)

Na sexta-feira (28), o Lar Betel de Piracicaba realizou sua tradicional festa junina – exclusiva para os moradores do Lar – com comida típica, casamento, quadrilha e muita animação. Todos os anos a festa é realizada na tarde do dia 28 de junho.

Como de costume, toda a equipe do lar e os idosos estavam vestido a caráter, o casamento junino teve como noiva Iltes Pereira de Souza, 85, e o funcionário da cozinha José Carneiro conhecido como o Palhaço Paçoca, o casal também comandou a quadrilha.

Segundo a assistente social, Celise Calixto, o arraiá contou um cardápio típico junino com quentão (sem álcool), cuscuz, cachorro-quente, pipoca e diversos doces. A decoração foi feita pelos idosos que participaram recentemente da oficina “Mesa Brasil” do Sesc Piracicaba, com auxílio dos voluntários. “A festa ficou linda! É gratificante conseguir integrar quase todos os residentes, inclusive os cadeirantes para festejar”, comenta Celise.

Com o intuito de proporcionar lazer e diversão aos idosos, a equipe procura sempre realizar festas temáticas para entretê-los. O morador Félix Pereira de Sousa, 73, enfatiza como são divertidas as festividades. “As festas são 100%, a gente dança, brinca e come bastante, eu sou muito bem cuidado. Lugar bom é aqui!”.

Atualmente, o Lar Betel abriga 85 idosos e conta com uma equipe multiprofissional composta por 70 funcionários, que atuam nas áreas de fisioterapia, assistência social, enfermagem, nutrição, psicologia e recreação. A equipe permite que os moradores reviva as lembranças de festas juninas, que frequentavam no passado, em igrejas e escolas com a família.

“O pessoal tem um cuidado especial com a gente, são bem-educados e divertidos, essas atividades nos distrai bastante, pois, quando não tem nós ficamos contando as estrelas. Somos muito gratos pelas festas, que nos incentiva a viver”, relata Fábio Inácio, 81, morador do lar.

Letícia Azevedo
[email protected]