Medina e Mineirinho perdem na estreia e vão para a repescagem na Gold Coast

Principais nomes do Brasil no Circuito Mundial de Surfe, Gabriel Medina e Adriano de Souza, o Mineirinho, começaram com derrota a temporada 2018. Na noite deste sábado, eles perderam suas respectivas baterias pela primeira rodada da etapa da Gold Coast, que foi quase toda de derrotas para os competidores do País. Assim, terão que passar pela repescagem para seguirem vivos no evento australiano.

O revés de Medina foi para um compatriota, Italo Ferreira, que conseguiu 14,26 pontos. Medina começou com tudo a bateria, conseguindo uma nota 9 em um tubo. Porém, essa nota só valeu a metade – 4,50 – porque os juízes consideraram que ele interferiu em uma das ondas do italiano Leonardo Fiarovanti. Assim, ele fechou a disputa com 6,05 pontos, enquanto o surfista da Itália também ficou para trás, com 8,44.

Além de Italo, o outro brasileiro que se deu bem na primeira rodada na Gold Coast foi Filipe Toledo. Ele somou 15,56 pontos, com duas boas ondas – 8,23 e 7,33 – para superar com facilidade o português Frederico Morais, com 9,00, e o compatriota Tomas Hermes, com 5,50.

Também em uma bateria com dois brasileiros, Mineirinho levou a virada na última onda para o australiano Adrian Buchan, com 10,30 pontos. O campeão mundial de 2015 fez apenas 8,67 pontos, enquanto William Cardoso somou 8,07.

Caio Ibelli terá que disputar a repescagem, pois conseguiu apenas 5,20 pontos, sendo batido pelo australiano Owen Wright, com 9,90 – o havaiano foi o outro participante e conseguiu apenas 4,57.

O novato Michael Rodrigues fez uma boa bateria, com 11,26 pontos, e até ficou à frente do australiano Matt Wilkinson, com 10,67, mas com ambos sendo superados pelo taitiano Michel Bourez, com 13,17. Ian Gouveia somou apenas 7,26 pontos, o que o levou a perder para o australiano Julian Wilson, com 12,60 – ele também mandou o francês Joan Duru, com 11,30, para a repescagem.

Yago Dora somou apenas 6,86 pontos na sua bateria, que também contou com o australiano Joel Parkinson, que fez 9,94, e foi vencida pelo francês Jeremy Flores, com 12,24.

Kelly Slater estava previsto para participar da última bateria da primeira fase, mas não competiu. Assim, a disputa se resumiu a Mick Fanning e Jessé Mendes. E mais vez um brasileiro foi batido, dessa vez por 11,60 a 9,80.

Mas não foram apenas os brasileiros que terão que participar da repescagem. Atual bicampeão mundial, o havaiano John John Florence foi batido na sua bateria pelo norte-americano Griffin Colapinto, com 12,50 pontos, contra apenas 7,50 dele.