Mil cartinhas aguardam padrinhos nos Correios

cartas Campanha Papai Noel dos Correios recebeu 1.334 cartas; 382 já foram adotadas. ( Foto: Claudinho Coradini/JP).

Em Piracicaba, somente neste ano, a Campanha Papai Noel dos Correios já recebeu 1.334 cartinhas – 382 adotadas – dentro dos critérios para adoção. A campanha nacional foi lançada no dia 6 de novembro e as crianças que ainda não entregaram suas cartinhas nas agências podem fazer isso até o dia 7 de dezembro. Já quem pretende ser padrinho de uma criança, pode escolher uma cartinha nas agências até o dia 14 de dezembro, data na qual os presentes devem ser entregues nos Correios. Em 2017, a campanha em Piracicaba recebeu 1.109 cartinhas dentro dos critérios, das quais 100% foram adotadas.

Ontem (23), o comerciante Ulisses Corrêa e a filha dele, Luana, 12, foram até a agência central dos Correios para adotarem três cartinhas. Para Corrêa, a ação realizada há quatro anos é importante para que Luana aprenda a fazer ações voluntárias, que proporcionam o bem à comunidade. “Todas as crianças que pegamos tem 10 anos de idade. A primeira é a Isabela, que pediu material escolar e mochila de unicórnios; a segunda é da Helen, que pediu apenas material escolar e a terceira é do Lucas, que pediu uma bicicleta usada, bem baratinha, com carinho”, relata a estudante, que diz não ter feito o seu pedido ao Papai Noel. “Ela não pediu porque está com notas baixas, não vai ter pedido ao Papai Noel”, completa o pai.
O objetivo principal da campanha é responder às cartas das crianças que escrevem ao Papai Noel, atendendo sempre que possível as solicitações de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Para viabilizar a ação, o Correios conta com a ajuda de seus empregados e da sociedade. De acordo com o gerente da agência central de Piracicaba, Vitor Egydio Bicudo Tisiani, o número das cartas recebidas já superou as expectativas e percebe-se uma boa procura para adoção das cartas. Tisiani afirma que os brinquedos lideram o ranking de pedidos, especialmente as bonecas, seguidos de material escolar, bola, carrinhos e roupas.

Segundo a empresa, ao longo dos 29 anos da campanha, milhões de crianças tiveram seu pedido atendido. Somente nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,6 milhões de cartas, no interior paulista, foram mais de 317 mil. Mais informações estão na internet (https:/ /bit.ly/11wL8yp).

(Eliana Teixeira)