• Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor
  • Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor
  • Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor
  • Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor
  • Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor
  • Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor
  • Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor
  • Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor

Mineiro Evandro Rocha vence 46º Salão Internacional de Humor

Algumas ilustrações nacionais e internacionais dessa última exposição.

O artista mineiro Evandro Luiz da Rocha é o vencedor do Grande Prêmio – Troféu Zélio de Ouro do 46º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. A charge escolhida pelo júri de premiação traz à tona um juiz que pavimenta, com piso tátil em formato circular, o solo por onde caminha a estátua da Justiça. Nascido em Divinópolis, Rocha, que vive em Belo Horizonte, receberá R$ 5 mil pela seleção de seu trabalho como a melhor charge e mais R$ 10 mil pela escolha para o Grande Prêmio, pelo qual competem os melhores de cada categoria.

Vivemos um momento em que o Judiciário está muito presente nos noticiários. Nós, da sociedade, vemos muitas injustiças e não sabemos quem está certo e quem está errado. Andando nas ruas, a ideia da charge foi nascendo. Eu vi o piso tátil e associei à imagem de uma Justiça que caminha em círculos e não chega a lugar nenhum. É uma forma que encontrei para representar o Brasil de hoje”, afirma Evandro, sobre sua obra.

Com referência à Justiça brasileira, charge leva Grande Prêmio do 46º Salão de Humor. (Imagem: Redação)

O júri de premiação se reuniu no dia 3 de agosto no Armazém 14 do Engenho Central e foi formado por Reinaldo Figueiredo (humorista conhecido pelo trabalho no Casseta e Planeta), Luiz Gustavo Paffaro (cartunista, caricaturista e ilustrador), Luiz Carlos Fernandes (chargista, caricaturista, ilustrador e escultor), Silvano Mello (cartunista, caricaturista e ilustrador) e Claudia Kfouri (cartunista, ilustradora e escultora), além dos iranianos Alireza Pakdel (cartunista, caricaturista e ilustrador) e Saba Darabian (ilustradora e designer gráfica).

“Os profissionais que fizeram parte do júri tiveram um grande trabalho, já que a qualidade das obras que vão fazer parte do salão nesse ano é muito grande, a exemplo de todas as edições. São profissionais reconhecidos, que abrilhantam a edição ainda mais. Por mais um ano, teremos um salão inesquecível”, afirma a secretária municipal da Ação Cultural e Turismo, Rosângela Camolese.

OUTRAS CATEGORIAS – Os premiados em cada uma as categorias recebem R$ 5 mil. O Prêmio Caricatura vai para Agim Sulaj, da Itália. O argentino Pablo Lobato e o brasileiro Thiago Lucas recebem menções honrosas na categoria. Entre os cartuns, o contemplado é o brasileiro Moacir Knorr Gutterres, com menções honrosas a Vasco Gargalo, de Portugal, Luc Descheemaeker, da Bélgica e Engin Selçuk, da Turquia.

O brasileiro Marco Merlin é o campeão entre as tiras/histórias em quadrinhos, categoria que tem ainda menções a Vasiliy Alexandrov, da Russia e Liviu Stanila, da Romênia. O contemplado do prêmio temático Imigração é Didie Sri Wydianto, da Indonésia. As menções honrosas vão para Liuqiang, da China e Ali Miraee, do Irã.

Recebe menção honrosa na categoria charge o brasileiro Rafael Corrêa. Há ainda outras premiações especiais: o Prêmio Câmara Municipal de Piracicaba, exclusivo para caricaturas, será entregue a Cau Gomez, do Brasil. O também brasileiro Márcio Leite é o campeão do Prêmio Saúde Unimed.

O contemplado pelo Prêmio Júri Popular Alceu Marozzi Righetto, pelo qual competem as menções honrosas, será escolhido por votação eletrônica. Mais informações podem ser obtidas no site oficial do Salão: www.salaointernacionaldehumor.com.br

NOVOS PRÊMIOS – O 46º Salão tem novas premiações. Diogo Almeida, do Brasil, venceu o Prêmio Original Derwent. A também brasileira Synnove Dahlstrom Hilkner é a contemplada no Prêmio Escultura Fundiart. Já o Prêmio Arcor 15 Anos – Direitos da Infância, teve como ganhador Hilal Ozcan, da Turquia.

Há ainda o I Prêmio “Prefeito Adilson Maluf”, por meio do qual foi escolhido o cartaz da 46ª edição, no valor de R$ 3 mil, cujo vencedor, Waldez Duarte, já havia sido definido anteriormente.

MENSAGEM E QUALIDADE – Membro do júri de premiação, Reinaldo Figueiredo, ex-Casseta e Planeta, ressaltou a importância da união entre uma boa mensagem e a qualidade dos traços. “Eu gosto quando o cara consegue reunir a arte com a mensagem. Não adianta ter uma mensagem muito boa se o desenho não é bom. A parte gráfica é importante. Eu prefiro os desenhistas que têm um toque de humor mais agudo, mais apurado”, opina.

O iraniano Alireza Pakdel, vencedor do Grande Prêmio da 43ª edição do salão, em 2016, discorreu sobre a importância do evento. “O Salão de Piracicaba é conhecido em todo o mundo por sua grande qualidade. É um dos principais festivais do mundo nessa área”, disse. A esposa de Pakdel, a também iraniana Saba Darabian, abordou a felicidade de participar do processo de premiação. “É um prazer fazer parte do júri. A arte é tudo na minha vida”, afirmou.

SALÃO – A mostra oficial reúne 449 trabalhos, expostos no Armazém 14 do Engenho Central, escolhidos entre os 2.781 inscritos. Há ainda outras atividades que compõem a programação oficial, como mostras paralelas, oficinas e ações especiais. “Piracicaba orgulha-se de um grande evento como esse, para o qual trabalhamos constantemente e que é uma verdadeira referência mundial”, afirma o prefeito Barjas Negri.

SERVIÇO

A mostra principal do 46º Salão Internacional de Humor de Piracicaba fica aberta até o dia 27 de outubro de 2019, no Armazém 14 do Engenho Central. Visitação: quintas e sextas-feiras, das 9h às 17h e sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h. Entrada gratuita.