Morador reclama de vazamento de esgoto

vazamento Poço de visita precisava ser reparado,diz empresa. (Foto: Amanda Vieira / JP)

O esgoto voltou a correr a céu aberto às margens da rua Moacyr Corrêa, no bairro Campestre. A exemplo do que havia sido registrado em julho, a reclamação novamente chegou ao Jornal de Piracicaba por meio do professor universitário Ronaldo Machado, 52. Segundo ele, o esgoto extravasa do coletor da rede da Águas do Mirante e escorre até a galeria de água pluvial, por onde chega a uma das nascentes do córrego do Enxofre, afluente do rio Piracicaba.

Machado afirma que o que mais lhe incomoda é a agressão ao meio ambiente e o potencial do local para se tornar vetor de doenças. O ponto de vazamento fica a poucos metros do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) e da escola municipal Maria Benedicta Pereira Penezi. “O cheiro próximo a escola cheiro insuportável”, relata Machado.

Quando o problema foi registrado em julho, a assessoria de imprensa da Águas do Mirante informou, em nota, que “o poço de visita que fica em frente à escola Maria Benedicta Pereira Penezi estava obstruído, causando o extravasamento”. Na época não foi feito o registro da reclamação, mas, desta fez, o reclamante oficializou a queixa.

A Águas do Mirante enviou uma equipe ao local no final da tarde de anteontem. A empresa se comprometeu, na segunda-feira, a resolver o problema no dia seguinte.Ontem, às 16h20, a assessoria de imprensa da Águas do Mirante informou, por e-mail que “uma equipe técnica da concessionária esteve no local ontem 03/09 e constatou que o poço de visita (PV) precisava ser reparado. O reparo está sendo executado hoje, 04/09, no período da tarde e tem previsão para ser concluído hoje (ontem) à noite, até às 20 horas, salvo precipitações pluviométricas consideráveis”.

(Rodrigo Guadagnim)