Moradores reclamam de retorno de esgoto residencial

esgoto Eles afirmam que os problemas na rede são recorrentes. ( Foto: Amanda Vieira/JP)

O aposentado Ilário Sebastião da Silva, que reside à rua Edmundo Navarro de Andrade, na Vila Bessy, durante três semanas teve que lidar com o retorno de esgoto no ralo do banheiro e entupimento da caixa de inspeção. Cansado de esperar pela Mirante, Silva usou uma vareta para desentupir a caixa. “A equipe apareceu hoje (ontem, 21) e trocou um cano que estava amassado. Antes da empresa vir, a tampa já estava elevada e uma vizinha minha tropeçou e está na cadeira de rodas. Agora, o pessoal abriu para fazer a troca, fechou com terra e entulho, mas se chover vai tudo embora”, relata Silva.

Na Vila Rezende, a dona de casa Maria de Lourdes Mariconi da Silva também reclama de problemas com a rede de esgoto, na rua Acácio do Canto. “A caixa de inspeção vive entupida. No último sábado (17), o caminhão esteve aqui para desentupir e o bueiro ficou sem tampa”, diz ela.

A Mirante diz que o morador Ilário Silva fez três contatos com a concessionária nas últimas semanas: no dia 8 de novembro, a equipe técnica realizou a desobstrução da rede de esgoto; no dia 19 de novembro, verificou a possibilidade de entupimento, mas a rede operava normalmente e, no dia 20, o usuário solicitou a troca do ramal de esgoto, serviço que foi realizado ontem (21).

Segundo a concessionária, a caixa de inspeção deve estar sempre deslacrada para facilitar o acesso ao ramal, mas no nível da calçada, e construção e manutenção são de responsabilidade do usuário. A empresa ressalta que as valas são fechadas com material reciclado e há 10 dias para recompor a calçada e dois dias úteis para a recomposição asfáltica. Na Vila Rezende, a concessionária diz que esteve anteontem (20), com a equipe de vareta, mas devido ao grande acúmulo de gordura, retornou ontem (21), com o caminhão de alta pressão para fazer a desobstrução. Segundo a empresa, o poço de visita (bueiro) foi encontrado destampado, por furto e ou vandalismo.

(Eliana Teixeira)