Morre a lenda da Fórmula 1 Niki Lauda

Niki Lauda travou grandes duelos com James Hunt e foi tricampeão mundial (Crédito: Divulgação/FIA)

O austríaco Niki Lauda, tricampeão de Fórmula 1, morreu na última segunda-feira (20) aos 70 anos. De acordo com a família, o ex-piloto morreu de causas naturais. Lauda travou grandes duelos e manteve uma grande rivalidade nas pistas com o piloto britânico James Hunt, retratado no filme “Rush”, dirigido por Ron Howord e lançado em 2013. No ano passado, ele concordou em vender o controle de sua companhia aérea Laudamotion para a Ryanair e era acionista da equipe Mercedes de Formula 1.

Lauda foi campeão da Fórmula 1 nos anos de 1975, 1977 e 1984, deixando em segundo lugar no geral o brasileiro Emerson Fittipaldi, Jody Scheckter e Alain Prost, respectivamente. Em 13 temporada competindo no circuito mundial, lauda conquistou 25 vitórias (entre eles o Grande prêmio do Brasil em 1976), 54 pódios, 24 pole positions e 24 vezes a volta mais rápida.

Personalidades da Fórmula 1 lamentaram a morte de Lauda, ocorrida na última segunda-feira. “Uma lenda que nos deixou, descanse em paz Niki”, escreveu o piloto Jenson Button, campeão mundial em 2009. “Niki Lauda foi um herói no automobilismo, que me inspirou em minha juventude. Ele é um marco histórico na história da F1’. Todos os meus pêsames para a família dele, amigos e a equipe da Mercedes”, disse Jean Todt, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). “Chocado pela perda de Niki Lauda. Ele era uma verdadeira lenda no nosso esporte e alguém que tenho um grande respeito. Descanse em paz”, comentou o atual piloto da Red Bull Racing, Max Verstappen.

Mauro Adamoli – com  informações da Agência Brasil