Motoqueiro morre ao bater em caminhonete de jogador

O porteiro Tonny Eder Grillo, 36 anos, morreu após bater sua motocicleta na Captiva dirigida pelo jogador de futebol Danilo Alberto Teixeira, o Abuda, 30 anos. O acidente aconteceu na SP-135 (Rodovia Margarida da Graça Martins), a estrada velha de Tupi, em Piracicaba, às 21h30 de anteontem. Segundo a Polícia Rodoviária, Abuda, que é volante do União Agrícola Barbarense, estava com mulher e filha e apresentava sinais de embriaguez. O clube, em nota, informou que o “atleta afirma que não se encontrava embriagado, fato também confirmado pelo médico legista responsável pelo exame de constatação de embriaguez”. O jurídico do União vai acompanhar o caso, apesar de Abuda estar de folga.
 
O jogador informou à polícia que o motociclista que seguia em sentido oposto a rodovia atravessou a via repentinamente e atingiu a lateral da caminhonete. Os bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados, mas constataram o óbito.
 
Os policiais informaram, no boletim de ocorrência, que o jogador apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica, mas teria se recusado fazer o teste do bafômetro. O médico legista constatou que Abuda não apresentava sinais de alteração de sua capacidade psicomotora.
 
Em nota, – divulgada após uma reunião realizada na tarde de ontem com o presidente do União Barbarense, Jairo Araújo, o diretor jurídico Regis Godoy, os diretores, Edvaldo Souza e José  Gallina – o clube informou que “o atleta se apresentou na tarde desta segunda-feira, mas foi dispensado pela diretoria por não apresentar condições psicológicas de realizar o seu trabalho.”