Mulher de 23 anos que guardava droga para traficante é presa

Uma operação conjunta da Dise (Delegacia de Investigações Gerais) e Romu (Ronda Ostensiva Municipal) da Guarda Civil resultou na prisão de uma desempregada de 23 anos, na favela Vera Cruz, na noite de anteontem. No barraco da mulher foram apreendidos 261 trouxinhas de maconha, uma pedra bruta de crack, no total de 395 gramas, além de um pé de maconha com aproximadamente dois metros. Ela foi levada ao plantão policial, onde foi autuada em flagrante sob acusação de tráfico de drogas.
 
De acordo com a Polícia Civil, por volta da 18h30, uma equipe da Dise e outras três da Romu estiveram no local para apurar uma denúncia de que uma mulher estaria oferendo sua moradia para armazenar entorpecentes, que estavam sendo comercializados em uma praça do bairro.
 
Ao ser abordada pelos policiais em sua residência, a suspeita disse que tinha outro nome. Em seguida, ela teria jogado uma mochila por cima do muro e por pouco quase não caiu em cima de um GC que participava do cerco policial.
 
A acusada acabou confessando o nome correto e teria permitido a entrada dos policiais. Eles localizaram o pé de maconha nos fundos da moradia, além das porções de entorpecentes.
 
Questionada sobre a droga, a mulher disse que aceitou receber uma quantia em dinheiro para guardar a droga em casa, porque estava passando fome.
 
A acusada foi encaminhada ao plantão policial, onde prestou depoimento ao delegado Demétrios Gondim Coelho, que respondia pelo plantão e também é titular da Dise.
 
 
 
OUTROS CASOS — Durante outra abordagem distinta realizada pela Polícia Militar, na madrugada de ontem, uma moradora de rua de 30 anos foi presa no bairro Pauliceia, após ser acusada de envolvimento com o tráfico de drogas. Com ela, os PMs apreenderam 71 pedras de crack com 14 gramas e R$ 41 em dinheiro. Questionada sobre o envolvimento com o tráfico de drogas, a mulher teria afirmado que mora na rua, é usuária de entorpecente e traficava para sustentar seu vício.