Mulher é flagrada com droga nas partes íntimas em presídio

Uma mulher de 27 anos foi flagrada com 150 gramas de maconha e 21 gramas de de maconha e cocaína nas partes íntimas enquanto passava pelo procedimento de revista para entrar na Penitenciária Masculina de Piracicaba, anteontem. Ela pretendia visitar o companheiro que cumpre pena na unidade. Os agentes de segurança penitenciária constataram que ela carregava um volume estranho próximo a genitália, após passar pelo scanner corporal. Ela mesmo teria retirado a porção de droga e entregou aos funcionários do presídio. A SAP (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária) informou que as pessoas as quais são flagradas tentando entrar nas unidades prisionais com materiais proibidos são suspensas do rol de visitas, temporariamente.
De acordo com os funcionários do presídio, a mulher passava pelo procedimento de revista com o uso do scanner corporal e teriam identificado uma anormalidade na região da cintura. Indagada a visitante assumiu que estava tentando entrar na unidade com as drogas a pedido de seu companheiro.
A Polícia Militar foi acionada e suspeita foi encaminhada ao plantão policial, onde foi autuada em flagrante sob acusação de tráfico de drogas. A direção da unidade prisional abriu Procedimento Administrativo Disciplinar para apurar se o companheiro dela, que está preso na penitenciária, participou do crime.
Há 15 dias, outra visitante tentou entrar no CDP (Centro de Detenção Provisória) “Nelson Furlan” com uma porção de maconha escondida no meio de pedaços de carne.A porção de alimentos iria ser entregue ao companheiro que cumpre pena na unidade. A mulher foi encaminhada ao plantão policial, onde foi autuada em flagrante sob acusação de tráfico de drogas. Ela permaneceu na cela anexa à carceragem, enquanto aguardou para ser apresentada à audiência de custódia.

(Cristiani Azanha)