Mulher tenta levar LSD no CDP de Piracicaba

Agentes fizeram a apreensão (Divulgalção/SAP)

Uma visitante de 30 anos tentou levar 28 micropontos da droga sintética LSD costurada em sua roupa íntima. O flagrante ocorreu no momento em que a mulher passava pelo procedimento de revista com a utilização de scanner corporal, no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Piracicaba, no domingo (8).

Os agentes de segurança penitenciária constataram alterações nas imagens do equipamento. Segundo a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), após o ocorrido, a mulher foi encaminhada ao plantão policial, onde foi autuada em flagrante sob acusação de tráfico de drogas.



Ela permanecerá presa até ser apresentada à audiência de custódia. A visitante não informou a procedência do entorpecente. A droga foi encaminhada para análise dos peritos do IC (Instituto de Criminalística).

Ainda conforme informações da Pasta, o preso que seria visitado foi isolado, preventivamente para procedimento disciplinar. A SAP informa que as pessoas as quais são flagradas tentando entrar nas unidades prisionais com materiais proibidos são suspensos do rol de visitas, temporariamente.

OUTRO CASO

Em agosto deste ano, outra mulher foi flagrada com porções de maconha escondidas no sutiã e nas partes íntimas, na mesma unidade prisional. Ela foi surpreendida com o entorpecente após passar pelo procedimento de revista dos visitantes com o uso do scanner corporal.

A Polícia Militar foi acionada e a visitante fora conduzida ao plantão policial, acompanhada pelas servidoras da unidade que realizaram a apreensão.

 

Cristiani Azanha

[email protected]