,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • 'Levar torta na cara em Chaves era uma honra', diz atriz de Paty
  • Prazo para sugestões à mobilidade é ampliado
  • Alça de acesso que ligará via deve ser entregue em janeiro

Partidos italianos repudiam esboço de programa de governo vazado para a mídia
Agencia Estado
16/05/2018 11h00
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Os partidos antiestablishment da Itália que estão tentando formar um governo de coalizão repudiaram um esboço de programa de governo vazado para a imprensa em que eles defenderam a introdução de procedimentos que permitissem a países na Europa a abandonar o euro. Em comunicado conjunto, o Liga e o Movimento 5 Estrelas disseram que o esboço com data de 14 de maio publicado pelo Huffington Post Italia no fim da terça-feira foi alterado significativamente desde então. "Em relação ao euro, por exemplo, as contrapartes já decidiram não contestar a moeda comum (da zona do euro)", afirmaram os dois partidos. Em outra nota, porém, as duas agremiações pedem que as regras econômicas da zona do euro, como as que impõem restrições orçamentárias aos países que usam a moeda única, sejam repensadas. Segundo o esboço, o Liga e o Movimento 5 Estrelas também planejavam pedir ao Banco Central Europeu (BCE) que perdoasse o pagamento de 250 bilhões de euros (US$ 297,13 bilhões) em bônus do governo italiano. Os comunicados dos partidos, no entanto, não fizeram referência a essa proposta específica. Claudio Borghi, advogado e porta-voz de economia do Liga, porém, disse que o cancelamento da dívida nunca apareceu em qualquer esboço oficial do programa de governo. Os dois partidos estão em negociações desde a semana passada numa tentativa de fechar um programa de governo, como parte de um possível acordo de coalizão. Há mais de dois meses, a eleição parlamentar na Itália terminou sem um claro vencedor. Os mercados financeiros reagiram negativamente ao vazamento do esboço de programa de governo. Mais cedo, o spread do bônus italiano (BTP) de 10 anos e do bônus equivalente da Alemanha (Bund) se alargou em quase 12 pontos-base, a 142 pontos-base, segundo a Tradeweb. Já o rendimento do BTP atingiu máximas em pelo menos dois meses, a 2,037%. Entre as bolsas europeias, a de Milão tinha o pior desempenho às 7h48 (de Brasília), com queda de 1,77%. No mesmo horário, o euro se enfraquecia a US$ 1,1786, de US$ 1,1843 no fim da tarde de ontem. Fonte: Dow Jones Newswires.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar