Na lista dos queridinhos e saborosos

comida De produção em massa a receitas artesanais e únicas,o hambúrguer gourmet ganha a preferência do público. Foto: Amanda Vieira/JP)

 

Os afamados hambúrgueres surgiram em meados do século 18, mas o princípio de moer a carne e a transformar em um bolo é antiga: começou com os tártaros, no século 12I, que, por tradição, colocavam a carne embaixo das selas e cavalgavam com ela até o bife se tornar uma espécie de pasta. Os russos descobriram a novidade e a adaptaram ao seu modo. No século 15, o bife tártaro foi introduzido na Alemanha, na cidade de Hamburgo, de onde o nome ‘hambúrguer’ foi tirado.

Em 1880, o hambúrguer chegou aos Estados Unidos, onde sua fama e disseminação começou. Oficialmente, o primeiro hambúrguer em forma de sanduíche foi apresentado em 1904, durante uma exposição culinária em St. Louis, Missouri. O primeiro restaurante a vender hambúrguer foi o White Castle, fundado em 1921. O norte-americano e ex-tenista Robert Falkenburg é o responsável pela introdução do hambúrguer na culinária brasileira. Ele abriu, em 1952, na cidade do Rio de Janeiro, a primeira lanchonete em estilo americano da cidade: o Bob’s. A lanchonete passou a fazer parte da crônica social do Rio de Janeiro e do Brasil, sendo frequentada por celebridades da época, como o compositor Villa Lobos, o músico de jazz Booker Pittman, entre outros.
No final do século 20 ,o hambúrguer entrou para a alta gastronomia no mundo. A iguaria ultrapassou as fronteiras entre os países e alçou voo para as mais diferentes receitas culinárias.

Considerado um dos alimentos mais populares do mundo, o hambúrguer também se transformou em um item admirado por chefs e foi recentemente elevado à categoria gourmet. Em Piracicaba, o famigerado ‘bolo de carne’ pode ser encontrado em diferentes estabelecimentos gastronômicos, de diversos formatos e combinações.

O Mattadouro, inaugurado há 18 meses na cidade, idealizado pelo publicitário Eduardo Matta, surgiu em tempos de dificuldades financeiras, e hoje é considerado uma das melhores hamburguerias de São Paulo, representando Piracicaba no prestigiado Festival Burguer Fest, realizado em São Paulo.

Com mais de 15 mil combinações de hambúrgueres, a Casa oferece diversidade e requinte. Todas as receitas são feitas de modo artesanal. O lanche, que leva o nome da Casa, é composto por um hambúrguer de 220g, de fraldinha ou costela, o pão de figo com nozes, queijos cheddar e prato, maionese de bacon, fatias de bacon, picles de pepino e maionese defumada.

Já o Baconzinho é montado com 120g de bacon artesanal, hambúrguer, pão australiano e queijo cheddar. Na versão vegana, O Mattadouro oferece o especial de Palmito, composto por pão de azeite, creme de palmito, hambúrguer de palmito, tomate e molho pesto.

“Nosso diferencial está na moagem da carne, que é feita na própria Casa. Temos três ou quatro processos diferentes de moagem. 99% das hamburguerias trabalham com o blend de carne, que mistura pedaços que resultam em um terceiro sabor. Nosso carro forte é a fraldinha e a costela 100% pura”, ressaltou o proprietário Eduardo Matta.
Há três anos em Piracicaba, O Burguêz, com mais de 28 opções no cardápio, oferece exclusividade nas receitas. O hambúrguer servido na casa é exclusivo do Burguêz. House é o nome do principal hambúrguer feito com pão especial, queijo gruyere, pimenta biquinho, rúcula, tomate, cebola roxa e bacon . De acordo com o chef de cozinha Thiago Lutti, a receita reúne os melhores ingredientes da Casa.
“Ele é uma mistura dos melhores ingredientes que temos, tanto é que colocamos um queijo melhor, usado nas hamburguerias de São Paulo. A cebola roxa, feita por nós, dá um toque especial‘, acrescentou Lutti.

O Burguêz também oferece opções vegetarianas e veganas. É o caso do ‘Popeye’, que leva na composição hambúrguer feito com grão de bico, chia, espinafre, temperos de alho, cebola e pimenta do reino em pão de brioche, acompanhado de tomate seco e um mix de cogumelo (shimeji e shitake).

A hamburgueria Le Pinguê, há dois anos na cidade, preparou dois lanches especiais para o final de ano. Trata-se do Ribs Barbecue Burguer, com base no Barbecue – feito na casa, blend de costelinha de porco com bacon, queijo e crispy de mandioquinha que, de acordo com Luize de Campos, sócia proprietária da Casa é um ‘tipo batata palha só que de mandioquinha’. O segundo é o Tender Burguer que leva pão de mandioquinha, maionese, hambúrguer de fraldinha de 100g, tender casqueirado no molho de laranja, mussarela e rúcula. Ambos permanecem no estabelecimento por tempo limitado: até o dia 31 de dezembro.

“Ele é especial por levar ingredientes específicos do final de ano, que podem ser apreciados no lanche. As combinações ficaram deliciosas, a rúcula que é amarga com a maionese com mel é o grande diferencial do Ribs Barbecue Burguer. Já no Tender, o crispy de mandioquinha dá uma crocância especial ao lanche”, garantiu Luize.

SERVIÇO: O Mattadouro (rua Prudente de Moraes, 414, Centro). Informações: (19) 3374-1328. O Burguêz (rua São João, 864, Alto). Informações: (19) 3377-8957. Le Pinguê (rua Alferes José Caetano, 1476, Centro). Informações: (19) 3371-7007.

(Raquel Soares)