Na raça, XV de Piracicaba derrota Audax e assume 3º lugar

O XV de Piracicaba assumiu nesta quarta-feira (21) a terceira colocação na Série A2 do Campeonato Paulista. Com um gol isolado de André Cunha, ainda no primeiro tempo, o Nhô Quim derrotou o Osasco Audax por 1×0, em duelo válido pela penúltima rodada da fase de classificação. Com o resultado, o time piracicabano chegou aos 25 pontos ganhos e depende apenas das próprias forças para avançar às semifinais. O Alvinegro encerra a participação na primeira fase no próximo sábado (24), às 15h, contra o São Bernardo no Estádio 1º de Maio, no Grande ABC.

 

As derrotas de Nacional e Sertãozinho contra Água Santa e Oeste, respectivamente, favoreceram o XV de Piracicaba, que entrou em campo sabendo que uma vitória o colocaria na terceira posição. O triunfo da equipe de Diadema, em contrapartida, deixou o Audax na zona de rebaixamento. Apesar da possibilidade de entrar no G-4 e da invencibilidade de quatro jogos, o estádio municipal não recebeu grande público devido às chuvas: ainda assim, 2.460 pessoas pagaram ingresso para acompanhar o confronto.

 

O XV estava desfalcado no meio-campo. O volante Fraga e o meia Norton, vetados pelo departamento médico, foram substituídos por Jonathan Costa e Fabinho. Na linha defensiva, Vinicius Simon foi mantido ao lado de Doni, enquanto Pedrinho reassumiu a titularidade na vaga de Rubens Carvalho. O lateral-esquerdo foi protagonista de um lance polêmico aos 6min: Pedrinho chegou à linha de fundo, cruzou e o volante Matheus cortou com o braço, mas o árbitro Marcio Henrique de Góis mandou seguir. Na sequência, Bruninho fez fila pelo lado direito e bateu cruzado, mas a zaga conseguiu afastar.

 

O jogo começou aberto e o Audax chegou com perigo pela primeira vez aos 13min. Com o gramado escorregadio, Léo Rocha tentou surpreender Samuel Pires na entrada da área, mas o goleiro esticou o braço esquerdo e defendeu a finalização rasteira. A chuva prejudicou o andamento da partida e, após 25 minutos de bola rolando, as poças d’água praticamente impediam a criação de jogadas. Na base da vontade, o Alvinegro abriu o placar aos 43min. André Cunha pegou o rebote de uma cobrança de escanteio, ajeitou o corpo e fuzilou: 1×0.

 

No intervalo, a partida ficou paralisada por aproximadamente 45 minutos devido às chuvas. O gramado, porém, continuava impraticável. Em desvantagem, o Audax avançou a marcação e começou a ‘chuveirar’ na área do Alvinegro. Preocupado, Evaristo Piza colocou Maikon Aquino no lugar de Fabinho. Aos 16min, o XV quase aumentou a diferença em lance originado em arremesso lateral que sobrou para Bruninho após falha do zagueiro Henrique. O atacante chutou rasteiro, mas Gabriel Miotti salvou com o pé. Três minutos depois, foi a vez de Samuel Pires trabalhar: cobrança de falta Denilson em que a bola quicou e obrigou o goleiro a fazer excelente defesa.

 

Na segunda substituição que fez, Piza recebeu vaias ao tirar de campo Bruninho para a entrada de Rafael Gomes. O atacante, segundo o treinador informou na entrevista coletiva, havia pedido para sair. O último a entrar foi Jobinho, no lugar de Everton. Após as mudanças, o Nhô Quim perdeu o contra-ataque e recebeu a pressão adversária, que quase surtiu efeito aos 41min, mas o centroavante Gilcimar isolou pela linha de fundo a chance derradeira do empate.

 

Esporte Clube XV de Piracicaba

 

1   XV DE PIRACICABA

Samuel Pires; Oziel, Vinicius Simon, Doni e Pedrinho; Gilson, Jonathan Costa, André Cunha e Fabinho (Maikon Aquino); Bruninho (Rafael Gomes) e Everton (Jobinho). Técnico: Evaristo Piza

OSASCO AUDAX

 

OSASCO AUDAX

Gabriel Miotti; Anderson, Bruno, Henrique e Leonardo; Marcos (Rodrigo), Thiago Silvy (Douglas), Matheus e Léo Rocha (Renato);  Denilson e Gilcimar Técnico: Max Sandro

 

Gol: André Cunha (XV) aos 43min/1ºT | Árbitro: Marcio Henrique de Góis | Cartões amarelos: Rafael Gomes (XV); Thiago Silvy e Henrique (AUD) | Público: 2.760 pagantes | Renda: R$ 42.640,00