No Rio, polícias Civil e Militar fazem operação no Complexo da Maré

No Rio, polícias Civil e Militar fazem operação no Complexo da Maré
Fonte: Agência Brasil

As secretarias de estado da Polícia Militar e da Polícia Civil fazem hoje (18) operação no Complexo da Maré, na zona norte do Rio. Até o momento, agentes do Batalhão de Ações com Cães (BAC) apreenderam 15 fuzis, uma espingarda calibre 12, mais de 50 granadas e cerca de duas toneladas de drogas e os policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) apreenderam um fuzil.

A operação conta com equipes das Unidades do Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar.

O Batalhão de Ações com Cães atua na comunidade Nova Holanda, onde o monitoramento aéreo é feito pelo Grupamento Aeromóvel (GAM).

Agentes da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), com o apoio da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), atuam na comunidade Parque União.

De acordo com a Polícia Civil, agentes da Desarme prenderam Adriano Cruz de Oliveira, conhecido como Adriano Gordinho. Ele é apontado como o segundo homem na hierarquia do tráfico de drogas na comunidade Parque União e principal aliado do chefe do tráfico local. Adriano é condenado a mais de 35 anos de prisão e estava foragido da Justiça.

Na ação dos policiais civis, além de uma espingarda, foram apreendidos uma pistola, carregadores, drogas e material de enrolação. Conforme a Polícia Civil, um homem foi morto em confronto e a Delegacia de Homicídios foi acionada.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o secretário de estado de Polícia Civil, delegado Marcus Vinícius Braga; e o Secretário de estado de Polícia Militar, Coronel Rogério Figueredo de Lacerda, darão coletiva às 15h30, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Praça Onze, região central do Rio.

No Rio, polícias Civil e Militar fazem operação no Complexo da Maré