Novo Hopi Hari

Com a proposta de ser um país com língua própria, o famoso Hopi Hari se localiza em Vinhedo, na região conhecida como “Orlando brasileira”. Após uma crise causada por um acidente fatal em 2012 e problemas financeiros, o parque fechou suas portas por alguns meses em 2017, mas reabriu sob nova direção e a todo o vapor.
Como o parque é muito grande, cheio de atrações, algumas com a abertura programada apenas para o início da tarde, é muito interessante conhecer bem o lugar e criar um roteiro de visita para não perder nenhum pedacinho da diversão, e a Arraso ajuda você nessa missão divertidíssima.
Primeiro, é importante lembrar que Hopi Hari é um país, portanto conta com diversas regiões, cada uma delas com decoração e temática bem específica.

KAMINDA MUNDI
Essa é a porta entrada do país, logo após a passagem pelo setor de imigração. Com janelas coloridas e arquitetura especial, esse ponto do parque promete uma viagem por países da Europa como a França, Alemanha, Holanda e Portugal.
É aqui que ficam concentradas as atrações culturais do Hopi, portanto, se um show ou espetáculo teatral estiver no roteiro, é bem provável que ele aconteça nas ruas de Kaminda ou no Theatro di Kaminda, a maior casa de espetáculos do lugar.
A Giranda Mundi fica nessa região, e é a roda gigante que se tornou cartão-postal do Hopi Hari. Ela proporciona uma visão privilegiada do parque lá de cima de seus 44 metros de altura. As crianças devem ter, pelo menos, 1,20 m para brincar na atração.
Outro brinquedo, esse polêmico por conta do acidente de 2012, é a La Tour Eiffel, uma espécie de elevador que leva os participantes a 39 metros de altura, e a partir daí a uma eletrizante queda a 94 km/h. O brinquedo passou por reparos e reavaliação, para garantir que nenhum outro problema aconteça com os ocupantes.
Se quiser comer por aqui, uma opção legal é o Euro Restauranti, cuja decoração imita os bistrôs europeus. Conta com serviço à la carte de lanches, pizzas e sobremesas.
Os valores ficam em torno de R$ 30 para lanches e R$ 55 nas pizzas, disponíveis nos sabores Mussarela, Calabresa, Frango com Catupiry e a especial Prezidan. Vale a pena também experimentar a “Gelato di Ouro”, uma taça generosa com sorvete de leite ninho, chantilly, cereja e calda de chocolate. Toda a taça é coberta por uma camada de creme de avelã com castanhas.
Barraquinhas chamadas Hopi Hango também ficam espalhadas pelo parque com opções de lanches fáceis.

OS LOONEY TUNES
As crianças vão se encantar com essa região do parque dedicada aos amiguinhos do Pernalonga e Patolino. Montado para ser um grande estúdio de gravação do “The Looney Tunes Show”, esse espaço do parque guarda brinquedos menos radicais, que deixam os papais mais tranquilos ao ver a criança se divertir.
Entre as atrações está o Kronfront, o qual simula um confronto do marciano Marvin em naves espaciais que fazem os cabelinhos dos pequenos voarem também. Outro brinquedo divertido é o Dispenkito da Vovó, uma perseguição divertida entre Frajola e Piu-Piu que é uma espécie de “mini” La Tour Eiffel (bem menor e mais lenta).
Vale se programar para visitar também o teatro Klapi Klapi, às 16h30, quando acontece o tradicional show dos Looney Tunes. O Mamadero da Vovó, também disponível na região, é uma útil sala de descanso para bebês com trocador e cadeiras de alimentação para que as mamães e papais atendam as necessidades dos pequenos.
Para quando bater uma fominha, duas opções legais são o Fomiajatu, com salgados, docinhos e bebidas, e o Pizzarriba, onde o ligeirinho coordena a venda de pizzas em pedaços rápidos como ele.

MISTIERI
Entre tumbas faraônicas e as ruínas de antigas cidades Maias, a Mistieri é a região do Hopi Hari indicada para quem busca fortes emoções.
A atração mais famosa do lugar é a Montezum, uma montanha-russa de madeira que pode ser vista lá de fora do parque. Ela é considerada a maior montanha russa de madeira da América Latina, e a maior do Brasil nos quesitos de extensão, altura, queda, e velocidade. A fila para essa atração é, geralmente, a maior do parque, portanto programe-se para aguardar bastante – mas a adrelina vale a pena!
O Vulaviking é um tradicional e divertido barco Viking que levanta e anima a galera, embalada pelo animador especial do brinquedo, que dita as brincadeiras pelo microfone durante o tempo de movimentação do barco. O Katakumb é o misterioso templo egípcio do faraó Ramsés II, um labirinto fantasmas com sustos e atores caracterizados. Essa é uma atração que só abre no início da tarde, então é necessário agendá-la em seu roteiro.

LIGA DA JUSTIÇA
A parte do parque dedicada aos heróis da DC Comics não pode ser descrita de outro jeito senão “radical”. Os mocinhos da Liga da Justiça lutam contra os vilões mais maquiavélicos que têm o plano de acabar com a fonte da alegria de Hopi Hari, localizada em Aribabiba – um verdadeiro alívio para aqueles dias quentes.
O resultado dessa disputa são brinquedos de tirar o fôlego. No Eléktron os visitantes encaram uma aventura na máquina do Lex Luthor, na qual sentam-se em gôndolas horizontais que balançam como os ponteiros de um relógio. As descidas garantem aquele frio na barriga.
Já a Katapul é uma montanha-russa capitaneada pelo Superman, que tenta defender a Central de Energia. Os ocupantes dos carrinhos são lançados em alta velocidade para um looping de 360º.
No suntuoso Palácio da Justiça você pode escolher entre os Lanches Interplanetários ou o Pasta, que serve opções de massas especialmente preparada ao gosto dos heróis.

WILD WEST
Uma viagem ao Velho Oeste Americano é o promete a região de Wild West. A decoração árida e rústica é preenchida por antigos bancos, hotéis e até uma mina assombrada.
O Saloon é um ponto para unir diversão ao almoço. Ali os visitantes podem comer refeições enquanto assistem ao show “O Forasteiro”, com disputas armadas e música típica do interior dos Estados Unidos. Os espetáculos acontecem em dois horários: às 13h30 e às 14h30. Os valores das refeições ficam por volta dos R$ 35. Um ótimo frango empanado ou um filé suculento são as opções principais.
Enquanto a comida é digerida, um passeio refrescante de bote pelo Rio Bravo é a pedida certa e, depois, as alturas aguardam os visitantes no Evolution, que imita um laço de caubói e gira a galera sem dó.

Os ingressos únicos contam R$ 129,90, mas é sempre bom ficar de olho no site (www.hopihari.com.br) porque sempre surgem promoções muito boas, além de combos em que cada integrante da família paga bem menos. Os aniversariantes da semana não pagam se acompanhados de um pagante.

O HOPÊS
Essa é a língua oficial do Hopi Hari, uma evolução do hopês arcaico que era uma mistura de todas as línguas trazidas pelos primeiros habitantes do parque. O hopês é bastante influenciado pelo português, mas também conta com umas pitadas de várias outras línguas, como inglês e francês.
Para ninguém ficar perdido, um dicionário muito interessante foi criado com as palavras principais do idioma.

1. Abraço: Clipe
2. Água: Ákua
3. Amigo: Ami
4. Antes: Prévius
5. Até amanhã: Teuróra
6. Aventura: Hatari
7. Banco: Kasa di placa
8. Bebedouro: Aguero
9. Beijo: Kissi
10. Bem-vindo: Bom bini
11. Besteira: Aribobagem
12. Bilheteria: Tiketeria
13. Boa noite: Bon lua
14. Boa tarde: Bon tardi
15. Bom dia: Bom raia di Sol
16. Calor: Hoti
17. Coração: Tum-Tum
18. Criança: Chikito
19. De nada: Nadikê
20. Desculpa: Perdoni
21. Dica: Hopidika
22. Diversão: Disfruti
23. Fã de Hopi Hari: Hopimaniako
24. Habitante: Habi tari
25. Homem: Hópiu
26. Mulher: Hópia
27. Obrigado: Danki
28. Por favor: Plis
29. Salão: Saloon
30. Volte sempre: Vendinovu.