Novos diretores da Coppe darão ênfase à sustentabilidade

Novos diretores da Coppe darão ênfase à sustentabilidade
Fonte: Agência Brasil

Os professores Romildo Toledo e Suzana Kahn Ribeiro, defendendo a Chapa 2, foram os vencedores da eleição para os cargos de diretor e vice-diretor do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ), para o período 2019/2023. Eles obtiveram 878 votos de professores, alunos, pesquisadores de pós-doutorado e funcionários da Coppe, que é considerada a maior instituição de ensino e pesquisa da América Latina.

A Chapa 1, que obteve 593 votos, era defendida pelos professores José Carlos Pinto e Theodoro Antoun Netto. No dia de 18 de junho, o Conselho Deliberativo da Coppe vai elaborar a lista tríplice que será encaminhada à reitoria da UFRJ para confirmação.

A Coppe tem 131 laboratórios e já formou 16.897 mestres e doutores, tendo feito mais de 15 mil estudos e pesquisas tecnológicas, a partir de contratos firmados com empresas e órgãos governamentais. O instituto é composto por 13 programas de pós-graduação em engenharia e reúne 346 professores, 2.500 alunos de mestrado e doutorado e cerca de 700 técnicos administrativos.

Com 56 anos de existência, a Coppe é destaque entre as instituições de pós-graduação do país e do mundo. Setenta e seis por cento de seus cursos de mestrado e doutorado foram avaliados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação com conceitos de excelência internacional.

Currículo

Membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Romildo Toledo é atualmente coordenador do Núcleo de Materiais e Tecnologias Sustentáveis (Numats) e da área de materiais do Laboratório de Estruturas e Materiais (Labest) da Coppe. É também coordenador executivo do Centro Brasil-China de Mudanças Climáticas e Energias Renováveis, resultado de parceria entre a Coppe e a Universidade de Tsinghua, sediada em Pequim. É, ainda, membro do INBAR Bamboo Construction Task Force e presidente da Associação Brasileira de Materiais e Tecnologias não Convencionais.

Suzana Kahn Ribeiro é mestre em planejamento energético e doutora em engenharia de produção e tem como linha de pesquisa o planejamento e a organização do sistema de transporte, com foco em mobilidade sustentável, energia renovável, mudança climática e cidades e meio ambiente. É também coordenadora executiva do Fundo Verde da UFRJ e presidente do Comitê Científico do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas, além de membro dos conselhos do Plano Diretor da UFRJ e do Museu do Amanhã, e consultora ad hoc do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

As informações são da assessoria de imprensa da Coppe.

 

 

Novos diretores da Coppe darão ênfase à sustentabilidade