O XV está em evolução’, garante Evaristo Piza; time encosta no G-4

O gol marcado por Jobinho rendeu ao XV de Piracicaba a vitória sobre Guarani por 1 a 0, na última quarta-feira (14). Além de quebrar o tabu de 62 anos sem vencer o Bugre no estádio Brinco de Ouro da Princesa, o Alvinegro está mais próximo da zona de classificação para a próxima fase da Série A2 do Campeonato Paulista. Oitavo colocado, com 11 pontos ganhos, o Nhô Quim está um ponto atrás do time de Campinas, que aparece na quarta colocação. Mesmo pressionado ao longo da partida, o XV conseguiu segurar o placar e somou pontos importantes na briga pelo acesso.
 
“O Guarani tem uma linha de frente com o Bruno Mendes, Bruno Nazário e Erik, com a característica de iniciar pressionando. Em Taubaté, eu senti falta de um jogador que ‘descansasse’ o time na saída, e em Campinas o Fabinho fez isso. Cobrei no intervalo (contra o Guarani) que nós não tivemos uma finalização no primeiro tempo. Não incomodamos. Precisávamos chutar ao gol adversário, não apenas marcar. No início do segundo tempo, o Jobinho conseguiu uma finalização”, disse o treinador Evaristo Piza.
 
 
ANÁLISE — “Nós conseguimos ter mais posse de bola do que tivemos no jogo anterior, então está havendo evolução, os jogadores estão se condicionando mais e a tendência é que isso continue”, afirmou Piza. Perguntado sobre a proposta de jogo contra o Guarani, com a entrada de três volantes e o atacante Fabinho como responsável pela criação, o treinador explicou as escolhas. “Pensei em proteger bem e ganhar na saída de bola. O Guly tem isso, de querer a bola, iniciar o jogo. Protegi com Fraga e Formigoni”, disse.
 
“O Fabinho, nos últimos anos, fez essa função. No Vila Nova-GO, ele fez o papel de 10 (meia), para alimentar a equipe, e marcou sete gols na competição. Assim, eu não desgasto tanto ele no corredor, deixando mais próximo do Everton e Jobinho. Isso foi pensado, pois o Léo Carvalho sofreu uma lesão. O Norton chegou na semana passada e eu iniciei o trabalho (coletivo-apronto) com ele, mas também testei o Fabinho. O Norton ainda está conhecendo a característica do grupo. Acredito que com a semana cheia, após o Penapolense, ele é um jogador interessante”, complementou Piza.
 
O Nhô Quim volta a campo neste sábado (17), às 17h, para encarar o Penapolense no estádio Barão da Serra Negra. A partida é válida pela oitava rodada do Campeonato Paulista da Série A2.
 
 
PAREDÃO — O XV conseguiu uma vitória de extrema importância em Campinas, ao derrotar o Guarani no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Evaristo Piza usou Guly e Bruno Formigoni juntos no meio de campo, que ainda teve Fraga como volante com mais liberdade. Recuperado de lesão, Fabinho voltou ao ataque ao lado de Jobinho e Everton. Na defesa, o zagueiro Marcondes foi o escolhido para substituir Vinicius Simon, baixa por lesão. O nome do confronto, entretanto, estava debaixo do gol: Samuel Pires.
 
O goleiro evitou o gol do Guarani pelo menos três vezes antes do intervalo. Na volta para o segundo tempo, o Alvinegro surpreendeu. Antes do relógio completar o primeiro minuto, Pedrinho cruzou da esquerda e encontrou Jobinho livre para estufar a rede e definir o marcador.