Obras de ampliação do Hospital Unimed começam neste mês

Investimento servirá para unidade ter maior capacidade de atendimento integrado a sua sede administrativa. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

Com um investimento previsto de R$ 70 milhões, a Unimed de Piracicaba aproveitou o Dia do Médico – comemorado neste 18 de outubro em todo o Brasil – para anunciar a expansão do seu complexo hospitalar que terá novas clínicas, ambulatórios, integrado ao seu centro administrativo. A ideia da instituição é trazer para Piracicaba um hospital moderno e com atendimento “diferenciado”.

Segundo o presidente da Unimed Piracicaba, Carlos Jouseff, a projeção de investimento nas obras é de R$ 60 milhões no novo hospital e outros R$ 10 milhões no complexo administrativo “que será integrado a unidade hospitalar”.

As obras do prédio administrativo, que contará com uma área de 2.500 metros quadrados, começam ainda este mês, já a ampliação do hospital – que terá uma extensão de 15 mil metros quadrados – começa em 2020. “O objetivo desse novo complexo é ter um centro hospitalar inovador para melhor o atendimento humanizado, além de aproximar os familiares dos pacientes com todo o conforto durante o tratamento”, destaca Jouseff.

O hospital contará com 156 leitos, 25 salas de ambulatório, centro de oncologia, UTI, quartos diferenciados, sala para receber visitas, auditório e um centro de hemodiálise. “Os investimentos também têm o objetivo de aumentar os números de médicos associados e beneficiados. Hoje a Unimed Piracicaba conta com 600 profissionais e 180 mil beneficiados”, destaca o presidente da Unimed Piracicaba.

Jouseff explica que a medicina evolui a cada dia e que é preciso melhorar gradativamente. “Na vida temos sempre que melhorar. É necessário inovarmos se quisermos ser os melhores. Desde quando assumi a presidência da instituição, optei pela qualidade de trabalho. Quero ser referência sempre e por isso a Unimed está dando esse grande passo. Piracicaba terá um hospital de primeiro mundo”, afirmou.

O presidente ressalta que além das melhorias no hospital, ele implantou na instituição a carreira médica. “Precisamos oxigenar o ambiente. A média de médicos que trabalha aqui é de 56 anos. O hospital funciona 24 horas. Não podemos contar com gente com uma idade elevada para fazer plantões, por exemplo. Por isso selecionamos muito jovens. Além deles terem energia para aguentar um plantão de 24 horas, eles trazem novas ideias para todos nós. E como somos referência, eles são muito importantes”.

O médico pretende trazer à Piracicaba inovações tecnológicas no atendimento à saúde que são tendência e que reúnem melhoria no atendimento, como a busca de qualidade do serviço e redução de custos. “Hoje o principal mote da saúde no Brasil é com relação à inovação digital”, destacou.

Jouseff também analisou seu período frente a Unimed Piracicaba. “Está sendo muito gratificante dirigir a Unimed. Logo que assumi a organização, prometi a mim mesmo que daria o meu máximo para fazer o hospital virar uma potência na cidade e região. E até agora estamos conseguindo e ficou feliz com isso”.

Carlos Jouseff falou sobre o Dia do Médico e a importância que a medicina tem em sua vida. “Sempre desafiei a mim mesmo. Desde pequeno quis ser o melhor em tudo que fi z. Na medicina não é diferente. Amo fazer o que eu gosto. E de tanto gostar da minha profissão, a medicina sorriu pra mim”

Marcelo Uliana
[email protected]