Obras nos corredores de ônibus estão 90% concluídas

No mês em que a Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes) completa 25 anos de criação, o atual responsável pela pasta, Jorge Akira, se diz satisfeito com a evolução e qualidade da mobilidade na cidade, principalmente após o início da construção dos corredores preferenciais de ônibus, em 2014, atualmente com 90% das obras concluídas e término previsto para até o fim deste ano. O empreendimento proporcionou — além das faixas exclusivas — a criação de novas paradas, implantação de ciclofaixas, readequação e reformas dos terminais urbanos de integração e a criação do Centro de Controle Operacional. O investimento de R$ 55,5 milhões é proveniente de recursos do Governo Federal (R$ 52,68 milhões) e de contrapartida da prefeitura (R$ 2,77 milhões).
 
Segundo o secretário, as obras aconteceram em partes e estão próximas do término. “Esta obra consiste na requalificação de corredores estratégicos para diminuir o tempo de viagem e proporcionar mais conforto e segurança aos usuários do sistema, além de tentar atrair novos usuários. A cada etapa entregue, percebemos a melhoria do serviço prestado. É importante lembrar que as obras não influenciaram nos valores das tarifas cobradas, já que é um plano executado pela prefeitura”, lembrou Akira.
 
Até o momento, já foram entregues os corredores da Pauliceia, no trecho entre a avenida São Paulo e as ruas Benjamin Constant e Chavantes. Em breve deve ser assinado contrato para obras de drenagem na avenida 31 de Março, além do término do trecho entre a avenida Independência e as ruas XV de Novembro e José Micheletti. “Na parte de cima da avenida existia uma galeria desativada e está interferindo no novo sistema de coleta de águas pluviais, isso vai ajudar a minimizar impactos com alagamentos.”
 
No corredor da Vila Rezende já foram feitas as intervenções em avenidas como Barão da Serra Negra, Dona Francisca, Beira Rio, Juscelino Kubitschek, Ponte do Mirante, e Armando de Salles Oliveira, onde faltam concluir alguns “pequenos detalhes” próximo ao viaduto, de acordo com Akira. “Outro ponto que logo deve sair é o do viaduto do Centro da cidade, que também faz parte destas obras. Este trabalho será numa alça de acesso à avenida Armando de Salles, saindo da Rua do Rosário sentido Centro. O objetivo é eliminar a terceira fase do semáforo na rua Tiradentes que, em horários de pico, fica congestionada.”
 
Com a recente reconstrução do Terminal do Vila Sônia, os usuários contam com estrutura moderna para atender a demanda da região. Além disso, está em licitação a reconstrução do Terminal da Pauliceia, que será ampliado de 9 para 11 plataformas de embarque e desembarque de passageiros, área de convívio, estacionamento de ônibus reserva e 40 vagas para estacionamento. Em breve será lançado edital para remodelação viária na região deste terminal.
 
Também deve ser lançado, em breve, o edital para reforma do Terminal do Piracicamirim, e devem ocorrer pequenas adaptações no Terminal do São Jorge. “Já estamos finalizando os últimos detalhes do projeto executivo da reforma do Terminal Central de Integração. Com estas obras prontas, a cidade pode ser considerada uma das melhores na mobilidade e acessibilidade com frota renovada”, disse o secretário.