Obstáculos

Dirigir no trânsito de Piracicaba já é desgastante, imagine tentar, todos os dias, vencer obstáculos para ir ou voltar do trabalho e passear

Praticamente todos os dias chegam reclamações na redação do Jornal de Piracicaba sobre buracos abertos nas ruas e avenidas de Piracicaba. Então, a reportagem saiu a campo para conferir as denúncias dos motoristas. E as reclamações, de fato, procedem. Os repórteres Raabe Kamala e Beto Silva se depararam com moradores e comerciantes revoltados com as condições gerais das vias da cidade. O resultado de tudo isso é que essas crateras causam transtornos e causam prejuízos aos motoristas que utilizam diariamente essas vias.

Segundo os repórteres, parte desses buracos são causados por obras do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) e uma parte por deterioração da capa asfáltica, por causa do fluxo intenso de veículos. As reclamações sãos as mesmas nos bairros 1º de Maio, Nova Piracicaba, Bosque da Água Branca, Vila Rezende, bairros por onde a reportagem passou.

O fato é que os motoristas sofrem diariamente para desviar dos buracos abertos em quase todas as ruas da cidade. Muitos bairros são antigos e têm fluxo intenso de veículos. A capa asfáltica não resiste a esse movimento tão intenso. E isso acaba aumentando o custo das cargas, por causa das manutenções mais frequentes dos caminhões.

Essa problemática exige que a prefeitura seja mais pró-ativa e inicie uma verdadeira operação cata-buracos, para evitar que o asfalto se deteriore ainda mais e para conter o avanço das crateras. Recentemente o Semae contratou uma empresa para tapar os buracos abertos em obras da autarquia. A autarquia não informa o número de buracos abertos que serão fechados pela empresa terceirizada, mas faz meses que o serviço não é realizado na cidade.

Dirigir no trânsito de Piracicaba já é desgastante, imagine tentar, todos os dias, vencer obstáculos para ir ou voltar do trabalho e passear. Haja paciência. Ou melhor, haja amortecedor.

(Claudete Campos)