Odontologia: Rede municipal é ampliada e modernizada

Neste ano, prefeitura já comprou 37 aparelhos de ultrassom. (foto: Divulgação)

Desde 2018, a rede pública de atendimento odontológico do município – composta por 148 profissionais, sendo 78 dentistas e 70 auxiliares técnicos – vem passando por melhorias significativas. Anualmente, a Administração investe R$ 17 milhões na área.

Uma das ações deste ano foi a aquisição, para os consultórios da USFs e UBSs, de 37 aparelhos de ultrassom com jato de bicarbonato, utilizados para a remoção de tártaro e profilaxia bucal. A fila de periodontia, até então, era grande, chegando a 10 meses de espera, exatamente pela falta da tecnologia. Os serviços eram realizados apenas nos CEOs. Agora, só são encaminhados casos gengivais graves aos CEOs. A maioria, portanto, encontra solução na própria Atenção Básica.

Nos últimos dois anos, também foi estabelecida uma parceria com o HFC, Hospital Regional e Santa Casa, que integram a rede SUS do município, que trouxe para a rede médicos residentes em buco-maxilo-facial. Eles agilizam os procedimentos pré-operatórios para os atendimentos hospitalares. Com isso, amplia-se a resolutividade dos problemas mais complexos resultantes de fraturas por acidentes, problemas de articulação têmporo mandibular (ATM), processos infecciosos avançados e cirurgias orofaciais.

Desde o ano passado foram incluídas entre os serviços do CEO as próteses parciais removíveis, atendendo uma grande parcela de usuários que precisavam não somente de prótese total. Em 2018, portanto, foram entregues 1.411 próteses, sendo 210 parciais removíveis. Este ano, só no primeiro semestre, já foram entregues 583 entre parciais removíveis e totais. Até o final do ano serão entregues 400 parciais removíveis e mais 1.600 totais.

Para a coordenadora de Saúde Bucal da Prefeitura, Dirce Valério, tem havido uma evolução constante na rede pública de serviços odontológicos. “Podemos afirmar com segurança que esses passos do governo municipal trazem muito mais qualidade ao sistema como um todo, reduzindo a necessidade de o paciente ser encaminhado para especialistas, uma vez que contamos com uma grade completa de serviços, o que gera também mais conforto aos usuários”, concluiu.

Da Redação