Oficina de xilogravura no Sesc

Oficina pretende tornar a xilogravura mais conhecida. (Foto: Divulgação)

A xilogravura é uma técnica utilizada para estampar livros, tecidos, jornais, rótulos de produtos e impressão de documentos religiosos. No intuito de tornar conhecida essa técnica, bem como vivenciar sua execução, o Sesc Piracicaba realiza a oficina “Produção de Cartazes com Xilogravura” neste final de semana, dias 11 e 12, às 14h30, com participação gratuita e inscrição com 30 minutos de antecedência. Os encontros serão ministrados pelo artista visual Eduardo Ver, que já foi selecionado para a Bienal Naïfs.

 

PAPÉIS EFÊMEROS
Com um acervo do Museu Paulista da Universidade de São Paulo, conhecido como Museu do Ipiranga, a exposição “Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano”, está em cartaz no Sesc Piracicaba até o final de julho. A curadoria é do designer Chico Homem de Melo e da diretora do museu Solange Ferraz de Lima, e explora o design de impressos cujo destino mais comum é o descarte imediato após o uso. A mostra é fruto da parceria de duas instituições: Sesc SP e USP.
Com entrada gratuita, a visitação acontece até 28 de julho, terças a sextas, das 13h30 às 21h30; sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30. O agendamento de grupos nos períodos da manhã, tarde e noite, pode ser feito pelo sescsp.org.br/piracicaba na aba Agendamentos.

Estão expostas cerca de 400 peças gráficas que revelam hábitos e costumes dos brasileiros entre o ano de 1890 e o fim da década de 1990. “O que elas têm em comum é o fato do design muitas vezes não ser assinado, o uso de técnicas que já desapareceram, como a litografia e a tipografia, e o fato de essas peças lidarem com vários sentidos efêmeros, permitindo uma reflexão sobre o tempo”, conta Solange Lima.

 

SERVIÇO
Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano. Visitação: Até 28 de julho, de terça a sexta, das 13h30 às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30, no Sesc Piracicaba. Rua Ipiranga, 155, Centro.

 

da Redação