Onyx comanda reunião para avaliar situação em Brumadinho

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, comanda reunião para avaliar situação em Brumadinho – Arquivo/Agência Brasil

Onyx comanda reunião para avaliar situação em Brumadinho
Fonte: Agência Brasil

A reunião sob o comando do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, do gabinete de crise criado para acompanhar a situação em Brumadinho, onde ocorreu o rompimento de uma barragem, já dura quase duas horas.

Além de Onyx, outros cinco ministros participam desse segundo encontro do grupo, no Palácio do Planalto: Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral), general Santos Cruz (Secretaria de Governo), Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), almirante Bento Albuquerque (Minas e Energia) e Fernando Azevedo (Defesa). A primeira reunião do comitê ocorreu um dia depois do rompimento da barragem.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni,durante cerimonia de assinatura da medida provisória que estabelece medidas para combater fraudes em benefícios pagos pela Previdência Social.

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, comanda reunião para avaliar situação em Brumadinho – Arquivo/Agência Brasil

Antes do início da reunião, Onyx conversou com Santos Cruz e Gustavo Canuto. Canuto passou o domingo (27) reunido com técnicos e diretores da Agência Nacional de Águas (ANA) analisando a situação em Minas Gerais, inclusive as condições da barragem 6, que chegou a provocar evacuação de áreas próximas, e discutindo o que deve ser feito para que novos desastres sejam evitados.

Entre preocupações destacadas por Canuto está o risco de contaminação da água do Rio Paraopeba. Mais de 40 dispositivos foram instalados para análises químicas, que devem apresentar os primeiros resultados esta semana. Há ainda apreensão sobre o curso da onda de rejeitos. Ainda que tenha sido registrado uma redução da velocidade, não há como descartar totalmente o alcance do reservatório de Três Marias, ligado ao Rio São Francisco.

O ministro defendeu a revisão de leis e classificações de risco e pediu a colaboração de governos estatuais onde há barragens e de empresas responsáveis por esses empreendimentos.

Onyx comanda reunião para avaliar situação em Brumadinho