Operação policial resulta na prisão de 5 por tráfico

Os policiais civis da Dise (Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes) identificaram cinco pessoas envolvidas no
esquema de tráfico de drogas nas imediações da Praça do Ginásio da Paulicéia, conhecido ponto de venda de entorpecentes da cidade. Com apoio da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e do Canil da Polícia Militar, os policiais apreenderam R$ 1,5 mil em dinheiro, 295 porções de cocaína, 160 pedras de crack, três porções de maconha, balanças de precisão, material para embalagem do entorpecente, e substâncias usadas para misturar a droga, em endereços no bairro Serra Azul.
Entre os presos estão três investigados – com 19, 20 e 21 anos, com antecedentes por tráfico de drogas, e dois adolescentes
16 e 17 anos, que foram apreendidos.
 
Segundo a Polícia Civil, as equipes se revezaram durante três dias de investigações ininterruptas. Sob o comando do delegado da Dise, Demétrios Gondim Coelho, os policiais descobriram que os maiores faziam o gerenciamento do
tráfico e haviam “recrutado” os dois menores para guardarem as drogas.
 
Os investigadores conseguiram na Justiça o mandado de busca e apreensão em cinco imóveis na região do bairro Serra Verde, utilizados pelos suspeitos. As equipes da DIG e do Canil do 10º BPM/I (Batalhão da Polícia Militar do Interior),
com apoio do pastor belga de malinois Aruk, prenderam um dos chefes, enquanto conversava com o outro investigado na rua, no Serra Azul. Ambos têm passagens por tráfico, segundo a PM.
 
Os dois correram para o interior de um imóvel e trancaram o portão. Os policiais arrombaram o portão e prenderam os dois Um deles portava R$ 1 mil, em dinheiro, que seria proveniente do tráfico, enquanto o outro tentou escapar pelo telhado. Na fuga, ele dispensou um “kit” com 28 porções de cocaína, mas caiu do telhado. Outro homem de 20 anostambém foi abordado. Os policiais foram até uma residência ocupada pelos menores, no bairro Pauliceia, onde o cão localizou mais 160 porções de crack e R$ 318 reais.