,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Guimarães Rosa é celebrado 50 anos depois de sua morte
  • DonCesão encara os fantasmas da depressão em nova música
  • Liga da Justiça leva aos cinemas superheróis como Batman e Mulher-Maravilha

A Câmara e seus 195 anos de protagonismo social e político
Matheus Erler
10/08/2017 10h06
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 

Piracicaba chega aos 250 anos. Chega forte, econômica e politicamente. Chega convicta da importância no desenvolvimento regional e, sobretudo, chega ciente do seu papel promotor da democracia e fiscalizador das aplicações dos recursos públicos.

Olhar para esta comemoração nos exige um reconhecimento do papel protagonista da Câmara de Vereadores de Piracicaba no fomento ao desenvolvimento social e econômico da cidade.

Em momentos críticos, como pelo qual passa o país, é que podemos evidenciar o quão importante é manter um Legislativo Municipal dinâmico e atuante, transparente, produtivo, colaborativo e alerta.

A sua composição atual de 23 vereadores garante a diversidade na representação política e social. Esta Casa, que é um recorte da sociedade, discute da violência contra a mulher à realidade das pessoas com deficiência, discute através de Fóruns a preservação de nossos rios e nascentes até os impactos da famigerada Reforma da Previdência Social.

Discute sim o impacto causado por um buraco nas ruas à necessidade de ampliar as vagas públicas nos hospitais da cidade. Tudo tem sua importância relevante ao mais humilde cidadão que a procura em busca de soluções.

Em 11 de agosto de 2017, ao completar 195 anos no ano dos 250 anos da cidade, a Câmara de Vereadores de Piracicaba consolida atividades de grande relevância e em consonância com os anseios populares. Corta na pele para alinhar-se à responsabilidade fiscal e social, reduzindo o custo com o seu funcionamento e colocando toda a capacidade e criatividade do seu corpo de servidores à disposição de manter, e até ampliar, o volume de sua prestação de serviço à comunidade.

Promove, num curto espaço de tempo, um grande número de iniciativas que visam atingir a excelência em transparência pública e na relação com os movimentos sociais organizados. Busca, com convicção, modernizar este contato com a população, regulamentando a Ouvidoria do Legislativo e determinando novos estudos para que esta relação até supere as exigências legais.

Mais que isso, ocupe as ferramentas de relações digitais aproveitando tudo de positivo que elas oferecem.

A atual Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, ao respeitar e abrigar toda diversidade dos parlamentares que a compõe, tem um objetivo claro, executar todos os compromissos de uma gestão baseada na consciência de que recursos públicos integram um orçamento global e que, mesmos sendo carimbados para ações específicas do Legislativo podem, e devem, ser compartilhados, como frutos de uma gestão baseada em economia.

Quando falamos em economia, não falamos em sobras, dizemos que estamos em busca de contribuir para que os impactos da arrecadação abaixo das expectativas não gerem nos cofres públicos déficits prejudiciais ao desempenho de programas sociais. Afinal, a Câmara de Vereadores tem este foco, contribuir com a execução de políticas públicas que melhorem a vida das pessoas.

Portanto, o protagonismo político da Câmara de Vereadores, muitas vezes despercebido, outras não compreendido, vai no sentido de que o maior papel da Casa seja o de harmonizar-se com os poderes e desenvolver sempre melhor seu trabalho.


Matheus Erler

 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar