,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Guimarães Rosa é celebrado 50 anos depois de sua morte
  • DonCesão encara os fantasmas da depressão em nova música
  • Liga da Justiça leva aos cinemas superheróis como Batman e Mulher-Maravilha

Sete toques de esporte
Jaime Leitão
08/08/2017 07h07
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 

1- O primeiro turno do Brasileirão terminou com o Corinthians flanando tranquilo, com oito pontos na frente do segundo colocado, o Grêmio. Sem ter perdido nenhum jogo, o Corinthians tem tudo para ser o campeão de 2017. Não acredito que Grêmio, Santos ou Palmeiras apresentem futebol suficiente para brecar o Corinthians.

2- Já o São Paulo termina o primeiro turno na Zona de Rebaixamento, jogando um futebol de dar vergonha. Torço pelo tricolor, mas nunca tinha visto o São Paulo jogando tão mal como jogou contra o Bahia. Era difícil dizer quem errava mais passe. No final, o São Paulo se superou em ruindade e perdeu mais uma.

3- Em Barcelona, no Camp Nou, a Chapecoense foi homenageada ontem por um público de mais de 50.000 torcedores do Barça, convidada de honra que foi para disputar com o dono da casa o Troféu Joan Gamper. Perdeu de 5X0, mas não fez feio. O Santos perdeu nesse mesmo torneio quando vendeu o Neymar para o Barcelona, na estreia do jogador, por 8X0. Os três jogadores da Chape, sobreviventes da tragédia aérea da Colômbia, em novembro passado, expressaram a sua emoção antes de um jogo em que a solidariedade esteve acima da competição. Alan Ruschel, que voltou a jogar após ferimentos graves e longo período de recuperação, recebeu o carinho da torcida de uma forma tocante.

4- O Palmeiras perdeu em casa para o Atlético Paranaense e terminou o primeiro turno em quarto lugar, com um rendimento bem inferior ao do ano passado, quando conquistou o título. Esperava-se um Palmeiras melhor, com as contratações que ocorreram, mas até agora isso não aconteceu.

5- O vôlei feminino brasileiro, com equipe renovada, mostrou garra e talento ao vencer a Itália na final do Grand Prix, disputado na China, domingo, ganhando pela 12ª vez o torneio. Só três jogadoras participaram da Olimpíada do Rio. As outras, estreantes na seleção, não decepcionaram, muito pelo contrário. Conseguiram provar que renovação, quando bem feita, dá certo. O maior mérito é do técnico José Roberto Guimarães, que ganhou o seu 9º título.

6- No vôlei de praia, a dupla brasileira masculina, Evandro e André, conquistou o campeonato mundial em Viena, na Áustria, ganhando da dupla austríaca, Clemns Dopler e Alexander Horst, por 2 sets a 0. Os atuais campeões olímpicos, Alison e Bruno Schmidt, ganharam o mundial, na Holanda há dois anos. Essas duplas garantem ao Brasil grande destaque nessa modalidade.

7- Não é necessário ser nenhum vidente para afirmar, desde já, que o Atlético Goianense não escapará do rebaixamento. Em 19 jogos, atingiu magros 12 pontos.


Jaime Leitão

é cronista, poeta, autor teatral e professor de redação


 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar