,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Emicida celebra a carreira e o bom momento do rap com a gravação do 1º DVD
  • Sequência de 'Animais Fantásticos e Onde Habitam' ganha data de estreia
  • Em DVD, a face roqueira de Gal Costa

Pensamentos e ações
André de Paiva Salum
01/11/2017 13h12
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
As realizações humanas começam nas ideias, até que as ações as materializem. Os pensamentos precedem as ações, fornecendo-lhes a matriz sobre a qual as obras são feitas. Por isso, o cuidado com a qualidade dos pensamentos torna-se fundamental para que as ações, individuais e coletivas, sejam corretas, construtivas e voltadas ao bem geral.
 
A educação do pensamento ainda parece distante da nossa realidade, na qual pouca atenção é dada ao conteúdo do que se pensa e à sua repercussão sobre a existência. Como o assunto não é devidamente tratado nas escolas formais, cabe a diversos movimentos espiritualistas trazer instruções válidas ao aprimoramento mental do ser humano, ao oferecerem conteúdo educativo, de autoconhecimento e reflexão, favorecido e impulsionado por propostas iluminativas, capazes de mobilizar as forças criativas do ser humano, evocar suas potencialidades e canalizá-las corretamente.
 
Ao refletirmos sobre a natureza do que pensamos, percebemos o quanto estamos distantes de uma mente clara, lúcida, ordenada e construtiva. Passamos parte do tempo nutrindo pensamentos inúteis, degradantes, conflituosos. Ainda não sabemos utilizar adequadamente os potenciais criativos da mente para realizar o bem, promover a paz, cooperar efetivamente com a sociedade da qual fazemos parte e modificar os aspectos negativos da realidade. Isso reflete nosso estado psíquico e o quanto precisamos de uma correta educação mental, baseada em propósitos nobres e em valores elevados.
 
Face à imensa quantidade de informações disponíveis atualmente, muitas das quais negativas, requer-se cada vez maior cuidado sobre o conteúdo que se escolhe e se compartilha. Muitas informações e ideias propagadas pela mídia e compartilhadas nas redes sociais demonstram o nível de desequilíbrio mental predominante, a falta de ideais e de valores elevados, a carência de educação, bem como a escassez de verdadeira espiritualidade na vida humana.
 
Diante dessa realidade, parece-nos imprescindível e urgente uma modificação nos padrões mentais predominantes, para que possa haver uma convivência verdadeiramente saudável, pacífica e fraterna. Sob essa perspectiva, importa refletirmos sobre o uso mais responsável e consciente dos meios de comunicação, a serviço dos interesses mais profundos das pessoas, para que possa ser gerado e veiculado maior conteúdo instrutivo e educativo, importante na formação do caráter e útil ao desenvolvimento da consciência cidadã e do espírito de cooperação.
 
As propostas espiritualistas podem colaborar nesse processo ao trazerem informações úteis ao espírito humano, prestando grande auxílio no despertar da consciência e da consequente responsabilidade social de cada um. Reflexões sobre as questões importantes da existência, buscando seu significado profundo, vivência de virtudes, serviço altruísta  tudo isso pode ser experimentado num caminho espiritual, favorecendo a educação mental e um consequente agir mais consciente em favor do bem comum.

André de Paiva Salum

É médico homeopata


 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar