,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Todos os presidentes que ganharam filmes no País
  • Retrospectiva de Rodrigo Andrade está entre as dicas de exposições da semana
  • Ocimar Versolato morre aos 56 anos em São Paulo

Saúde na pauta, aqui e na região
Matheus Erler
07/12/2017 15h21
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Os problemas da saúde do município são temas recorrentes dos debates dos parlamentares da Câmara de Vereadores de Piracicaba. Diariamente, a angústia da população reflete nos gabinetes, com apelos para que os vereadores intervenham num sistema que cabe ao Executivo gerir. E o tem feito na medida das suas capacidades orçamentárias.
 
No entanto, fica mais evidente a cada dia que a união de todos, autoridades, políticos, gestores, esferas de poder, é a saída mais eficaz para que soluções sejam buscadas, reduzindo o sofrimento da população.
 
A Câmara tem feito seu papel. Abre espaço para o debate, denuncia irregularidades, fiscaliza a atuação das unidades de saúde, busca junto aos deputados dos partidos dos vereadores os apoios possíveis quanto a recursos para emendas aos orçamentos federal e estadual.
 
Criou, e está em plena atividade, a Frente Parlamentar Regional Pró-Saúde, como alento à busca de soluções para o alto gasto de recursos capitalizados para Piracicaba, relativos ao atendimento de cidades vizinhas. A primeira reunião com vereadores destas cidades foi altamente produtiva. E o alento buscado foi alcançado também para os municípios da região, que compreenderam que, integrados, poderão alcançar melhorias para todos.
 
Agora surge mais uma iniciativa louvável, desta vez do vereador Paulo Serra, que propôs a criação do Fórum Permanente sobre Saúde, com o objetivo de procurar entender e debater soluções para os problemas existentes, no fomento de novas ideias que possam aprimorar a situação da saúde no município.
 
O Fórum deve reunir informações, promover debates e realizar estudos a respeito da situação da saúde, elaborar, discutir e propor iniciativas legislativas relevantes à saúde pública, acompanhar e monitorar a proposição e execução de planos e projetos referentes ao tema, realizar audiências, reuniões e debates públicos sobre o tema da saúde, identificar e discutir a viabilidade de se propor ao Executivo políticas públicas de sucesso de outros municípios, entre outras motivações.
 
Dia 13 de dezembro, às 9h, em Piracicaba, a Frente Regional cumpre mais uma importante agenda, reunindo-se com o novo coordenador da Diretoria Regional de Saúde X, Hamilton Bonilha, buscando identificar os problemas regionais e conhecer o plano de trabalho do novo diretor.
 
Enquanto ações legislativas ocorrem, a Câmara busca apertar ainda mais o seu Orçamento para tentar remeter à saúde seus recursos economizados. Em abril foram R$ 5 milhões retirados do seu Orçamento. Semana passada, R$ 1,5 milhão para amenizar as dívidas dos hospitais dos Fornecedores e Santa Casa. E, até o final do ano, outros recursos poderão ser dispensados.
 
Enfim, a saúde está na pauta nacional e também na preocupação diária de todos os vereadores, seja enquanto fiscalizadores, propositores ou simplesmente cidadãos conscientes do papel que exercem na sociedade.

Matheus Erler

 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar