,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Burberry queima R$ 141 milhões em produtos que não venderam
  • A tragédia da morte de Euclides da Cunha
  • Festa da Polenta de Santa Olímpia deve receber 12 mil visitantes

Associação Ilumina, partindo para ‘fundação’
Maria Helena Aguiar Corazza
11/04/2018 18h04
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Dez anos de lutas e perseverança! Pés firmes no chão e trabalhos constantes e incansáveis em busca da intenção de alcançar os objetivos que essa grande empreitada necessita, e tudo isso em Piracicaba, nossa terra que amamos tanto, cidade acolhedora e generosa, berço de cidadãos conscientes e decentes, a cumprir suas tarefas nos trabalhos e nas ações humanitárias. 
 
Conforme é do conhecimento público, a Ilumina recebeu R$ 27,5 milhões, provenientes de verbas vindas do fundo de indenização no caso da Shell-Basf pela contaminação do solo em Paulínia, cuja fiscalização do dinheiro doado e investido na entidade estará na responsabilidade do Ministério Público do Trabalho, que dará muito mais credibilidade e acessos a outros tipos de fundos para financiar o projeto.
 
O lançamento da “pedra fundamental” do futuro Hospital contou com a presença do presidente do Hospital do Câncer de Barretos, Henrique Prata, do prefeito Barjas Negri, do desembargador do TRT-15, Fernando da Silva Borges e do procurador do Ministério Público do Trabalho, Ronaldo Lira, entre outras personalidades.
 
O Hospital de Combate ao Câncer, que defende o “diagnóstico precoce“ dessa doença, será edificado no bairro Taquaral, com aproximadamente 3.000 metros quadrados de área construída, doado pelo governo Barjas, sendo que o hospital pretende manter quatro alas para prevenção e tratamento de câncer de mama, colo de útero, pele e boca. Futuramente haverá espaço para pacientes com câncer de pulmão e intestino e a previsão para o desempenho anual a partir da inauguração será de 20 mil mamografias, 16.500 quinhentos exames de Papanicolau, 10.370 consultas especializadas, 74.553 atendimentos, 16 mil consultas teledermatológicas, 3.000 cirurgias ambulatoriais e aproximadamente 61.200 procedimentos especializados, e, que caminha agora para uma Fundação, “Instituição sem fins lucrativos, privada ou do Estado, que é fundada na constituição de um patrimônio buscando determinado fim em benefício da coletividade”.
 
Nosso respeito e admiração à doutora Adriana e sua equipe de heróis na luta pela erradicação dessa enfermidade que tem ceifado tantas vidas, deixando aqui preces e torcidas para que a beleza desse esforço e dessa esperança em tempos de menos dor e sofrimentos se reverta em dias de mais alivio, alegria, abraços, sorrisos e paz a todos aqueles que almejam se livrar do transtorno que essa doença consegue trazer.
 
Que essa “Corrente do Bem” que enfrenta tantos desafios faça a Ilumina crescer cada vez mais e continue gigante e indispensável e concretize com Deus no comando, que Ele cubra de bênçãos todos aqueles que se dedicarão pela causa, e, principalmente os que se beneficiarão com essa realidade que virá com muita ajuda, bem mais depressa do que imaginamos! 
 
 
M. Helena Corazza é escritora e ex-presidente da Academia Piracicabana de Letras

Maria Helena Aguiar Corazza

É escritora e presidente da Academia Piracicabana de Letras.


 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar