Os queridinhos

Piracicaba tem algumas características bem curiosas no setor imobiliário. Uma delas veio à tona na edição de hoje, Os bairros mais tradicionais, mais próximos do Centro, são aqueles mais cobiçados pelas pessoas ao buscar uma casa ou um apartamento para alugar.
 
Centro, Jardim Europa, São Dimas, São Judas, Alto, Vila Independência, Nova América, Bairro dos Alemães, Jardim Elite e Vila Rezende são os queridinhos quando o assunto é locação de casas e apartamentos. A revelação foi feita pelo empresário Angelo Frias Neto, diretor presidente da Frias Neto Consultoria de Imóveis, diretor estadual do Secovi (Sindicato da Habitação de São Paulo) e presidente do Conselho da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba) e o diretor da Imobiliária São Judas Tadeu, Eduval Marques.
 
O fato é curioso porque, normalmente, o Centro e suas redondezas, em muitas cidades do porte de Piracicaba, passam por um processo de degradação com o tempo, pois podem abrigar moradores de rua, registrar aumento da criminalidade e deixar de ser atrativos em virtude da explosão dos condomínios fechados, que chamam mais a atenção por oferecerem segurança. E muitos desses condomínios são verdadeiras fortalezas construídas no entorno dos bairros centrais – alguns até mesmo distantes dos centros urbanos, em alguns casos.
 
Por isso Piracicaba é tão peculiar. As pessoas buscam apartamentos e casas nesses bairros por ficarem mais próximos dos centros comerciais e para ter acesso a serviços essenciais. Esses bairros citados pelos entrevistados têm uma forte ocupação mista, residencial e comercial. 
 
É aquela velha máxima, muito utilizada em centros urbanos, que as pessoas querem se deslocar pouco e preferem comprar o pão na esquina, a roupa na loja perto de casa. Querem ficar mais próximos de supermercados, farmácias e outros estabelecimento. Tudo por questão de comodidade. E, claro, para fugir do estresse diário de enfrentar o trânsito sempre congestionado. Ainda mais em Piracicaba, onde muitos bairros ficam a quilômetros de distância do Centro.
 
Essa escolha também é para economizar. É claro que os mais jovens querem ficar mais próximos do agito. Mas é possível atender essa gama tão variada de perfis com a escolhida pela localização. E esses bairros alvos de interesse atendem a todas essas características. 
 
Outro fato curioso é que esses bairros citados têm casas e apartamentos de todos os tipos de padrões – dos mais simples aos mais sofisticados. Dai atender a perfis tão abrangentes de público. Aliás, essa preocupação de morar perto do local de trabalho é muito evidente na atual geração Millenium, que valoriza muito a qualidade de vida. São novos tempos. E quem trabalha no setor deve ficar de olho nessas oportunidades. (Claudete Campos)