Pai e filho morrem em acidente na Rodovia Samuel de Castro Neves

Pai e filho ocupavam VW Gol (Divulgação)

Um ajudante geral de 56 anos e seu filho de 14 anos morreram após um acidente, que ocorreu na Rodovia Samuel de Castro Neves (SP-147), que liga Piracicaba a Anhembi, na manhã da segunda-feira (2). O veículo VW Gol do ajudante seguia com o filho e a esposa, uma dona de casa de 49 anos, quando bateu na traseira de uma caminhonete que transitava pela rodovia. Pai e filho morreram no local. A mulher deu entrada na Santa Casa de Piracicaba, às 11h53. Ela passou por exames e aguardava cirurgia.

O acidente ocorreu às 10h de segunda feira, no quilômetro 168 da rodovia. Uma jovem de 22 anos, dirigia uma caminhonete Amarok, quando reduziu a velocidade após passar perto de um caminhão carregado com papelão, que estava tombado próximo à rodovia.

Veículo da família bateu na traseira de caminhonete (Divulgação)

 

Segundo o boletim de ocorrência, o ajudante geral, que não possuía carteira de habilitação dirigia um Gol com a esposa e o filho adolescente, quando bateu violentamente na traseira da caminhonete. Pai e filho morreram no local. A esposa do ajudante foi socorrido à Santa Casa com fratura no pulso e outras lesões.

A Polícia Militar Rodoviária informou que o caminhão, que estava tombado, estava apenas com a cabine no acostamento da pista e não impedia o trânsito. O local foi preservado pela a realização da perícia do IC (Instituto de Criminalística). Somente depois, os corpos do pai e filho foram levados ao IML (Instituto Médico Legal) para a realização de exame necroscópico para confirmar a casa da morte. O delegado Rinaldo Puia de Souza requisitou que fosse realizado exame toxicológico no ajudante. Somente depois, os corpos de pai e filho foram liberados para os familiares providenciarem os sepultamentos.

O boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado na sede da UPJ (Unidade de Polícia Judiciária) como homicídio culposo (sem intenção) e será apurado pelos policiais civis do 2º Distrito Policial.

 

 

Cristiani Azanha

[email protected]