Paixão de Cristo tem público de 9.200 pessoas

Cerca de 9.200 pessoas assistiram às apresentações da 29ª edição da Paixão de Cristo de Piracicaba, segundo o diretor de produção do espetáculo teatral, Marcos Thadeus. As sessões da montagem foram programadas para ocorrer do dia 25 de março até anteontem, no Engenho Central. Ele comentou que o público diário foi de aproximadamente 1.200 espectadores (cálculo baseado no número da roleta de entrada). “É a conclusão de um trabalho muito bem realizado”, avaliou.
 
 
De acordo com Thadeus, o maior diferencial deste ano foi a inovação no quesito acessibilidade. “Nas artes e na acessibilidade para pessoas com deficiência visual e auditiva, tivemos ótima aceitação, com apresentações de audiodescrição e tradução para Libras (Língua Brasileira de Sinais). Se não fosse a chuva, teríamos mais público. Além disso, o balanço do evento foi positivo, muito bacana”, disse, acrescentando que duas sessões do espetáculo, as dos dias 29 de março e 1 de abril, tiveram de ser canceladas devido às condições climáticas. Ele afirmou, ainda, que as preparações para a 30ª Paixão de Cristo se iniciam daqui a dois meses.
 
 
Com duração de duas horas, a Paixão de Cristo de Piracicaba deste ano teve como temáticas de inspiração o renascimento e a criação, abordados na Bíblia no Evangelho de São João e no Antigo Testamento, em Gênesis. O elenco da peça foi formado por cerca de 350 pessoas, incluindo figurantes e técnicos.
 
 
ELOGIOS — Nas mídias sociais da Associação Guarantã, realizadora da Paixão, espectadores elogiaram a produção do espetáculo. “Estão de parabéns. A apresentação se supera a cada ano que passa”, comentou Gisleine Ferraz, no Facebook. “O espetáculo mais lindo que assisti em toda a minha vida”, mencionou Karina Angélica.