Palmeiras estreia na Copa do Brasil contra o Sampaio Corrêa

Hyoran, autor de gol na última partida, acredita em outra boa atuação do Verdão (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras enfrenta o Sampaio Corrêa-MA nesta quarta-feira (22), às 19h15, no estádio Castelão, em São Luís, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil 2019. Tricampeão da competição (1998, 2012 e 2015), o Verdão faz sua estreia embalado, já que está invicto há nove jogos. Em seu último compromisso venceu o rival Santos por 4 a 0 pelo Campeonato Brasileiro. Os maranhenses, campeões da última Copa do Nordeste, também fazem sua estreia e vêm de empate com o Santa Cruz e estão em segundo lugar no Grupo A da Série C.

O meio de campo Hyoran, autor do último gol na partida contra o Santos, disse que é possível manter o alto nível apresentado contra os maranhenses, mesmo com um time alternativo. “É uma competição diferente, é mata-mata, sabemos que não decidiremos lá, mas é importante fazer um jogo consistente para buscarmos um resultado que de tranquilidade para o jogo de volta. Mesmo com um time alternativo é possível manter o nível, já que temos esse objetivo de fazer outra boa partida, mas sabemos que não é simples e será difícil, mas entraremos concentrados diante das adversidades para conseguir um bom resultado que nos deixe tranquilo par ao jogo da volta”, destacou.

Após o empate contra os pernambucanos e de ficar três vezes atrás do placar, o atacante Salatiel Junior destaca motivação do grupo para conquistar um bom resultado diante do Palmeiras: “É uma partida que motiva bastante, e mexe com todos. Sabemos que vamos enfrentar um dos melhores elencos do Brasil, mas temos que entrar em campo com determinação, atenção total, para tentar fazer o placar positivo diante da nossa torcida”, declarou.

Palmeiras e Sampaio Corrêa voltam a se enfrentar pela Copa do Brasil após quatro anos. Na edição de 2015 o confronto aconteceu pela segunda fase da competição. Na partida de ida, no Maranhão, empate em 1 a 1, com gols de Cleitinho (Sampaio) e Cristaldo (Palmeiras). Na volta, o Verdão goleou por 5 a 1 no Allianz Parque, com gols de Victor Hugo, Cristaldo, Zé Roberto (duas vezes) e Kelvin, enquanto que Diones fez o gol de honra maranhense. O Verdão avançou na ocasião e foi campeão daquela edição.

Mauro Adamoli