Palmeiras goleia o Santos no Pacaembu

Verdão chega a 28 jogos de invencibilidade no Brasileirão

O Palmeiras derrotou o Santos pelo placar de 4 a 0 na noite do último sábado (18), no Pacaembu, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro Série A. Gustavo Gómez e Deyverson marcaram os gols Alviverdes no primeiro tempo, enquanto que Raphael Veiga e Hyoran ampliaram o marcador no segundo tempo. Com o resultado o Verdão é o líder isolado da competição, com 13 pontos;, enquanto que o Peixe caiu para quarto lugar, com 10 pontos. O Palmeiras volta a campo nesta quarta-feira (22), às 19h15, quando enfrentará o Sampaio Corrêa, em São Luís-MA, pela Copa do Brasil. O Santos folga na semana e enfrenta o Internacional no domingo (25), às 16h, na Vila Belmiro.

O primeiro gol do Alviverde saiu logo aos cinco minutos de jogo. Após falta cobrada por Dudu no lado esquerdo do ataque, o zagueiro Gustavo Gómez subiu mais alto que a defesa do Santos e cabeceou no canto do goleiro Vanderlei, que nada pode fazer no lance. O segundo golfoi marcado por Deyverson aos 18 minutos, após jogada de Zé Rafael, Dudu recebeu do meio e cruzou rasteiro dentro da área e o atacante palmeirense chegou antes do zagueiro Aguilar e completou de carrinho, vencendo o goleiro do Santos que não esperava por esse toque.

No segundo tempo, logo aos 6 minutos, o Santos errou um passe no meio de campo e a bola foi interceptada por Raphael Veiga que avançou e finalizou alguns metros atrás da marca da meia-lua. A bola desviou em Aguilar e enganou o goleiro Vanderlei, que esperava que o chute fosse no canto. O Santos assustou o adversário com Soteldo e Carlos Sánchez, porém o goleiro Weverton e a trava, respectivamente, impediram o gol de honra santista. Aos 42 minutos o Palmeiras fechou a goleada. Dudu arrancou em um contra-ataque, chamou a marcação santista e rolou para Hyoran, que bateu de primeira no canto para números finais ao jogo.

Fomos eficientes no sentido de aproveitar as oportunidades que criamos. Não tenho os dados aqui, mas provavelmente criamos seis ou sete chances de gols e fizemos quatro. Aproveitamos muito bem as oportunidades, isso é uma coisa que a gente vinha trabalhando e não estávamos conseguindo. Quando você tem duas semanas de trabalho, você consegue organizar a equipe para que chute um pouco mais e acerte um pouco mais, e parece que estamos conseguindo”, disse o técnico do Palmeiras Luiz Felipe Scolari, o Felipão.

Eu sou o responsável pelo que aconteceu no jogo. O meu plano de jogo fracassou. A responsabilidade é minha e eu assumo. Pensei que poderíamos gerar pressão no rival. Mas não conseguimos sair com três zagueiros para gerar superioridade desde a saída. Estávamos jogando bem no segundo tempo. Quando saiu o terceiro gol, era até um pouco injusto, mas o Palmeiras é muito decisivo nos contra-ataques. E depois não conseguimos mais responder”, avaliou o técnico do Santos, Jorge Sampaoli.