Palmeiras joga contra o CSA em Alagoas

Felipão e CSA tem uma história de sucesso nos anos 80 Felipão e CSA tem uma história de sucesso nos anos 80

Atual campeão brasileiro e dividindo a liderança deste ano com o Ceará, o Palmeiras enfrenta o CSA (Centro Esportivo Alagoano) nesta quarta-feira (1º), às 16h, no Estádio rei Pelé, em Maceió. Após a eliminação no Paulistão, o Verdão entrou em campo duas vezes, vencendo os dois jogos por 4 a 0, contra o Melgar-Peru e o Fortaleza e enfrentará um adversário que, ao contrário do alviverde, foi goleado por 4 a 0 pelo Ceará e começa o campeonato na lanterna.

O confronto será especial para o técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, já que foi no CSA que o treinador viveu um “rito de passagem” em sua carreira no futebol. O Clube alagoano foi o seu último como jogador e o primeiro como técnico, além do campeonato alagoano de 1982 ser o único título de Scolari como jogador profissional. Na campanha do acesso do CSA na última Série B, o treinador admitiu a sua torcida pela equipe. “Quero aproveitar para dizer ao meu CSA que brigue, que lute, já que quero ir para Alagoas no ano que vem (esse ano). Toda semana ouvimos sobre como foi o CSA”, disse Felipão após uma vitória sobre o Santos no dia 3 de novembro de 2018.

Além da invencibilidade de 24 jogos do Verdão no Brasileirão, a equipe ainda está há quatro jogos sem perder no Nordeste, já que em seus quatro jogos na região, terminou com duas vitórias (3 a 0 no Vitória, em Salvador, e 1 a 0 no Sport, no Recife) e dois empates (2 a 2 com o Ceará, em Fortaleza, e 1 a 1 com o Bahia, em Salvador). O último revés da equipe na região foi em novembro de 2017, quando perdeu para o Vitória por 3 a 1, na capital da Bahia.

Palmeiras e CSA voltam a se enfrentar após 21 anos. Os últimos encontros foram válidos pela 1ª fase da Copa do Brasil de 1998. Na ocasião, o Verdão venceu os dois jogos, por 1 a 0 em Alagoas e por 3 a 0 em São Paulo. Após eliminar os alagoanos, o Palmeiras passou por Ceará, Botafogo, Sport, Santos e foi campeão ao vencer o Cruzeiro. Felipão era o técnico da equipe nas duas vitórias sobre o CSA. Pelo Brasileirão, o último jogo foi em 1986, em Alagoas, e terminou com vitória do CSA por 1 a 0.

Mauro Adamoli