Palmeiras leva virada do Grêmio e está fora da Libertadores

Palmeiras venceu o jogo de ida, mas não foi o suficiente para eliminar o Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O Palmeiras foi derrotado pelo Grêmio pelo placar de 2 a 1 na noite da última terça-feira (27), no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores 2019. Luiz Adriano abriu o placar para o Verdão, enquanto que Everton empatou e Alisson virou para os gaúchos. O placar agregado terminou em 2 a 2 (O Alviverde venceu no Sul por 1 a 0), porém em razão do critério do gol marcado fora de casa, o Grêmio avançou, já que fez dois gols na capital paulista.

O Verdão abriu o placar aos 13 minutos do primeiro, na cobrança de escanteio, a bola foi colocada na área, Gustavo Gómez desviou de cabeça e Paulo Victor afastou de soco, mas na sobra, Luiz Adriano mandou para o fundo das redes. A reação gaúcha foi imediata, já que no primeiro ataque após o gol, aos 17 minutos, a equipe empatou. Em uma falta cobrada da intermediária, Alisson colocou precisamente na área para Everton mandar de primeira para o gol, empatando a partida, deixando tudo igual no Pacaembu. Trocando passes, Everton foi acionado na intermediária, passou pela marcação de quatro defensores e chutou em cima de Weverton, mas no rebote Alisson apareceu e mandou para o fundo das redes, colocando o Grêmio na frente na partida, aos 21 minutos.

“Pagamos caro pelos erros do primeiro tempo, tanto na parte defensiva como na ofensiva. Nós também criamos oportunidades e não conseguimos fazer o segundo gol. Pagamos por erros que sabíamos e estudamos o adversário, sabíamos que algumas situações eram aquelas desenhadas. Por algumas razões não estávamos no lugar certo. Agora é tentar corrigir durante essa semana para no futuro algumas coisas não acontecerem mais”, declarou o treinador do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari, o Felipão, após o jogo.

Após a eliminação, o Verdão se concentra exclusivamente no Campeonato Brasileiro, no qual volta a campo neste domingo (1º), às 16h, no Maracanã, no Rio de Janeiro, contra o Flamengo. Os gaúchos, que chegam a sua 10ª semifinal da Libertadores, enfrentam o vencedor de Flamengo e Internacional, sendo que os cariocas venceram o primeiro jogo por 2 a 0.

Mauro Adamoli