Palmeiras recebe o San Lorenzo pela Libertadores

Palmeiras não leva gols há seis partidas no Allianz Parque (Foto: Divulgação)

Após conseguir a marca de 26 partidas invicto no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o San Lorenzo, da Argentina, nesta quarta-feira (8), às 21h30, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores 2019. O Verdão já está classificado para as oitavas de final, porém precisa de um simples empate contra os argentinos (que também estão classificado) para garantirem o primeiro lugar da chave. Uma derrota deixa os Alviverdes em segundo lugar.

O Verdão está a seis jogos seguidos sem levar gols no Allianz Parque, a maior marca alcançada pela equipe em casa desde a inauguração do estádio em 2014. Neste período foram vitórias contra o Melgar-PER (3 a 0), Ponte Preta (1 a 0), Junior-COL (3 a 0), Fortaleza (4 a 0) e Internacional (1 a 0), além do empate com o São Paulo em 0 a 0. Pela Libertadores, seu quatro jogos sem perder em seu estádio (três vitórias e um empate). A última derrota em casa para um clube argentino foi pelas quartas-de-final da Sul-Americana 2008, quando perdeu para o Argentinos Juniors por 1 a 0 no antigo Palestra Itália.

Em seu último jogo antes da viagem para o Brasil, o San Lorenzo empatou em 1 a 1 com os Argentinos Juniors, no último domingo (5), pelo jogo de volta da Copa da Superliga Argentina. Como havia perdido a primeira partida por 1 a 0, os “Cuervos” estão eliminados. A equipe argentina treinará no CT (Centro de Treinamento) do São Paulo e vem desfalcada dos seguintes jogadores: Nahuel Barrios, Rubén Botta, Nicolás Blandi, Gerónimo Poblete e Gonzalo Castellani, que estão machucados e não tem condições de jogo.

No primeiro turno, o San Lorenzo venceu o Palmeiras por 1 a 0 no Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires. Marcelo Herrera fez o único gol da partida, que foi até aqui a única derrota do Verdão nesta edição da Libertadores. O único confronto entre as equipes em São Paulo foi no dia 7 de dezembro de 1999, pelo jogo de volta das semifinais da Copa Mercosul. O Alviverde, que havia perdido por 1 a 0 na Argentina, conseguiu reverter o placar e venceu por 3 a 0, com gols de Júnior Baiano e Chiqui Arce (duas vezes). Luiz Felipe Scolari, o Felipão, era o técnico do Verdão naquele jogo, que aconteceu uma semana depois da equipe perder a chance de conquistar o mundial para o Manchester United, da Inglaterra.

Mauro Adamoli