Parlamento nomeia Otto Sonnenholzner como vice-presidente do Equador

Parlamento nomeia Otto Sonnenholzner como vice-presidente do Equador
Fonte: Agência Brasil

A Assembleia Nacional (Parlamento) do Equador designou hoje (11) o empresário Otto Sonnenholzner, de 35 anos, como novo vice-presidente do Equador, para substituir María Alejandra Vicuña, que renunciou há uma semana. É o terceiro vice-presidente em 19 meses de gestão de Moreno.

Sonnenholzner recebeu 94 votos a favor de sua nomeação e 27 contra. Houve ainda 7 abstenções, em uma sessão que reuniu 128 parlamentares.

De ascendência alemã e libanesa, Otto Ramón Sonnenholzner Sper era o primeiro nome da lista tríplice enviada pelo presidente do país, Lenín Moreno, à Assembleia. Os outros indicados eram Nancy Fabiola Elizabeth Vasco Noboa e Agustín Guillermo Albán Maldonado.

Em 19 meses de governo de Moreno, este será o terceiro vice-presidente – o primeiro foi Jorge Glas. Diferentemente dos antecessores, porém, Sonnenholzner tem perfil técnico e sem passado ligado a partidos políticos.

Glas, que foi companheiro de chapa de Moreno nas eleições presidenciais, foi afastado do cargo após ser acusado e condenado em primeira instância por corrupção.

Vicuña, designada em janeiro pela Assembleia em processo similar ao que alçou Sonnenholzner ao posto, renunciou na semana passada em meio a acusações de financiar irregularmente seu grupo político, a Aliança Bolivariana Alfarista (ABA), que tenta se transformar em partido.

Nascido em Guayaquil, Sonnenholzner é formado em economia internacional e foi professor universitário de ciências empresariais. Até a nomeação como vice, ele era diretor de uma emissora de rádio de sua cidade natal. 

Parlamento nomeia Otto Sonnenholzner como vice-presidente do Equador