Pateo do Colégio recebe Feira dos Direitos Humanos na segunda-feira

Pateo do Colégio recebe Feira dos Direitos Humanos na segunda-feira
Fonte: Agência Brasil

Interessados em fazer o exame de DNA para investigação de paternidade terão, na próxima segunda-feira (9), a chance de fazer a coleta de material biológico por meio de um serviço oferecido pelo Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc), vinculado à Secretaria da Justiça, durante a 2ª Feira dos Direitos Humanos. Para fazer o teste será preciso pegar uma senha, apresentar a certidão de nascimento da criança e os documentos de identificação originais, com fotos da mãe e do pai. Os três deverão comparecer ao local. O número de senhas é limitado.

A feira será realizada no Pateo do Colégio, no Centro Histórico de São Paulo, em comemoração à Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), que completa 71 anos. Serão oferecidos à população mais de 40 serviços gratuitos nas áreas de saúde, educação, mercado de trabalho, assistência social, bem-estar, beleza, entre outras. A feira, promovida pela Secretaria da Justiça e Cidadania, começará às 10h e seguirá até as 16h.

Serão 42 barracas, cinco unidades móveis para a prestação de serviços, como orientações ao consumidor e ao empreendedor e saúde bucal. Cerca de 300 pessoas estão envolvidas nas atividades da feira. A partir das 12h30,haverá apresentações musicais da Banda Soul da Paz, do percussionista Ronaldo DiCastro, da dupla Gisele Nery e Júlio Nery e da Família Sambafro.

“O objetivo do evento é facilitar o acesso da população aos serviços públicos da Secretaria da Justiça, órgãos vinculados à pasta, e dos parceiros envolvidos na ação. A feira também visa a disseminar as boas práticas que envolvem os direitos humanos”, explicou o secretário da Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti.

Além da coleta de DNA para exame, estão entre os serviços de cidadania oferecidos orientação jurídica, orientação ao consumidor, orientação ao empreendedor e microcrédito, cadastramento biométrico de eleitores (necessário apresentar o comprovante de residência e um documento original com foto), emissão de segunda via de certidões de nascimento, casamento e óbito, atestado de antecedentes criminais. 

Serão oferecidos ainda impressão de segunda via de contas, orientação para programas sociais e Cadastro Único, inscrição para cursos profissionalizantes, cadastro de currículos e pesquisa de vagas de emprego, cadastro de vagas para jovem aprendiz, orientação migratória e emissão da Carteira de Trabalho para imigrantes, educação fiscal, empregabilidade LGBTI+, fórum Inter-Religioso.

Entre os serviços de saúde estão o atendimento de saúde bucal, orientação nutricional com medição de peso e altura, aferição de pressão arterial e teste de glicemia, acupuntura, teste rápido de HIV e sífilis, atendimento sobre dependência química, vacinação contra gripe, HPV e meningite.

Quem for à feira poderá ainda passar pelos serviços de beleza e lazer, que incluem corte de cabelo, esmaltação e design de sobrancelhas, massagem e orientação postural, limpeza de pele e maquiagem, spa para as mãos, bijuterias, tranças e roupas afro, espaço kids, caricatura e cosplay, artesanato indígena, produtos orgânicos de comunidades remanescentes de quilombos, exposição da cultura nordestina, culinária afro-brasileira, doces artesanais produzidos por alunos do Curso de Chocolateria dos Centros de Integração da Cidadania (CICs).

Pateo do Colégio recebe Feira dos Direitos Humanos na segunda-feira