Peri chega em busca do título da Copa Paulista

Lateral-esquerdo jogou dois terços do ano no Ituano, onde conquistou o acesso à Série C (foto: Claudinho Coradini/JP)

O XV de Piracicaba iniciou a semana pela primeira vez inteiramente focado na disputada da segunda fase da Copa Paulista e antes de começar a disputa, a equipe apresentou Alessandro Silva de Araújo, mais conhecido no mundo do futebol como Peri, lateral-esquerdo vindo do Ituano até o final da competição estadual. “Fico feliz pela oportunidade de jogar pelo XV e de ajudar o clube de alguma maneira. É uma equipe com bastante qualidade, já que conheço alguns atletas, a comissão técnica, já trabalhei com o Tarcísio (Pugliese) e assim fica mais fácil para nos entrosarmos e encaixarmos da melhor maneira mais rápido possível”, disse o lateral em sua apresentação.

Peri fez uma grande temporada com a camisa do Ituano, já que foi quadrifinalista da Série A1 e semifinalista da Série D, conquistando a acesso para a terceira divisão nacional. Mesmo com grandes jogos e resultados, Peri disse que veio ao XV para conquistar mais conquistadas, agora com a camisa Alvinegra. “Foi um bom início de ano, já que chegamos as finais do Paulista, em que fomos eliminados pelo São Paulo. Fizemos grandes jogos (um deles foi a goleada por 5 a 1 sobre o Santos), tanto que teve jogadores que se destacaram e foram para equipes mais estruturadas, além do Gabriel Martinelli, que foi vendido ao Arsenal, da Inglaterra. Após o Paulista, os atletas abraçaram o projeto do clube de subir para a Série C e conseguimos esse objetivo tão desejado”, explicou Peri, agora focado no Nhô Quim. “Venho no intuito de conseguir mais objetivos, já que o XV vem nesta luta e está em uma ascensão, ainda mais depois de um semestre em que bateu na trave (perda do acesso). Estava assistindo ao jogo e torcendo para o XV, já que tinha muitos companheiros jogando aqui, mas agora é pensar no segundo semestre e conseguir o principal objetivo do clube no campeonato”, disse.

O último jogo de Peri no ano foi no dia 4 de agosto, quando a equipe de Itu foi eliminada pelo Brusque-SC na Série D, porém Peri continuou treinando e falou da chance de enfrentar o Mirassol no domingo. “Passei uma semana sem treinar, logo após o término do contrato com o Ituano. Porém o preparador físico (Rildo Dionízio) está me ajudando nesta parte, já que treinei no final da semana passada e o início desta semana será importante para a comissão técnica analisar e ver se temos condições de atuar no domingo”, comentou.

Por fim, Peri falou sobre a importância do técnico Tarcísio Pugliese em vir para o XV. “Posso falar que o Tarcísio é um dos melhores treinadores com quem já trabalhei. É um cara correto, coerente e que deixa o jogador bem à vontade, sabe a hora de cobrar e isso é importante. Trabalhamos três anos juntos, em três edições do Paulista e essa experiência foi importante, já que acabamos nos conhecendo bastante”, finalizou.

 

Mauro Adamoli
[email protected]