Peri quer o título da Copa Paulista para coroar seu “bom ano” como atleta

Lateral esteve nas quartas da Série A1, nas semifinais da Série D e disputará sua primeira final em 2019. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O XV de Piracicaba segue sua preparação para a primeira partida da decisão diante do São Caetano, valendo o título da Copa Paulista 2019 e a última vaga destinada para uma equipe paulista no Campeonato Brasileiro Série D 2020. Titular da equipe desde a sua chegada para a segunda fase da competição, o lateral-esquerdo Peri falou sobre a decisão.

Peri teve um ano bastante positivo, já que, chegou as quartas de final do Paulistão e nas semifinais da Série D com a equipe do Ituano, porém terá contra o São Caetano algo que ainda não conseguiu em 2019: jogar uma final. “Me sinto privilegiado, já que no início do ano fui eliminado nas quartas (Série A1) por uma grande equipe (São Paulo), no segundo semestre consegui um dos meus objetivos do ano, que era o acesso com o Ituano para a Série C, mas infelizmente ficamos na semifinal. Confesso que neste último jogo fiquei pensando que não poderia ficar novamente no meio do caminho”, disse o lateral, que relembrou da sua última final. “Voltarei a jogar uma decisão após dois anos, quando conquistei o Campeonato Paulista do Interior com o Ituano, portanto terei mais uma oportunidade para fechar o ano bem e com o objetivo alcançado pelo clube”, completou.

Com a expulsão diante do Mirassol, o ponta-esquerda Kadu Barone será desfalque contra o São Caetano. Peri foi perguntado sobre a ausência do atleta, já que ambos atuam no lado esquerdo do campo. “Conversamos muito em relação a isso (ausência do Kadu), sobre o elenco, as peças de reposição. Todos os jogadores são importantes e costumamos falar que ‘aqui não tem time titular e nem reserva’, já que todos estão aptos para jogar. O Luizinho já atuou várias vezes, o Erick Salles que já jogou, mas todos estão prontos para esta decisão e isso é o mais importante”, explicou Peri.

O lateral foi perguntado se prefere fazer o primeiro ou o segundo jogo em casa, porém Peri disse que não se importa muito com a ordem dos mandantes. “Não tenho preferência, já que a maioria dos jogos decisivos das finais que joguei, o primeiro jogo foi em casa e o segundo fora e espero que desta vez não seja diferente”, disse o lateral, ressaltando que quer dar o título ao clube como uma forma de retribuição para o clube a torcida. “Cheguei há três meses e fui bem recebido por todos do clube, além dos torcedores, já que alguns demonstram carinho. Espero dar a resposta dentro de campo com a vitória”, finalizou.

INGRESSOS

O XV de Piracicaba, por meio da assessoria de imprensa, disse que até às 15h30 de ontem, já haviam sido vendidos, aproximadamente, 4.100 ingressos, sendo 2.687 trocados por garrafas pet e 1.500 adquiridos nas bilheterias.

Mauro Adamoli

[email protected]